Página Principal > Oncologia > Aumento na ingestão de fibras traz benefícios aos sobreviventes do câncer colorretal?
pão com cereal

Aumento na ingestão de fibras traz benefícios aos sobreviventes do câncer colorretal?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Embora a alta ingestão de fibras tenha sido associada a um menor risco de câncer colorretal (CRC), ainda não se sabe se a fibra pode beneficiar também os sobreviventes do CRC. Essa questão foi investigada por pesquisadores americanos em novo artigo do JAMA Oncology.

Para o estudo, 1.575 profissionais de saúde (idade média: 68,6 anos; 61,1% do sexo feminino) com CRC do estágio I a III foram avaliados em duas coortes prospectivas, Nurses’ Health Study e Health Professionals Follow-up Study. Foram analisados a mortalidade e o consumo total de fibras entre 6 meses e 4 anos após o diagnóstico. O estudo foi realizado de dezembro de 2016 a agosto de 2017.

Durante uma mediana de 8 anos de follow-up, foram documentadas 773 mortes. A alta ingestão de fibra total após o diagnóstico foi associada com menor mortalidade. O hazard ratio [HR] multivariável por cada aumento de 5 g por dia na ingestão foi de 0,78 (IC de 95% = 0,65 a 0,93; p = 0,006) para mortalidade específica por CRC e 0,86 (IC de 95%: 0,79 a 0,93; p <0,001) para mortalidade por todas as causas.

Veja também: ‘Câncer colorretal – novas diretrizes para prevenção’

Em relação à fonte de fibra, a fibra de cereais foi associada a menor mortalidade específica por CRC (HR por aumento de 5 g/d = 0,67; IC de 95% = 0,50 a 0,90; p = 0,007) e mortalidade por todas as causas (HR = 0,78; IC de 95% = 0,68 a 0,90; p <0,001); a fibra vegetal foi associada a menor mortalidade por todas as causas (HR = 0,83; IC de 95% = 0,72 a 0,96; p = 0,009), mas não à mortalidade por CRC (HR = 0,82; IC de 95% = 0,60 a 1,13; p =. 22); nenhuma associação foi encontrada para a fibra de frutas.

Além disso, a ingestão total de grãos foi associada a menor mortalidade por CRC (HR por aumento de 20 g/d = 0,72; IC de 95% = 0,59 a 0,88; p = 0,002), mas essa associação benéfica foi atenuada após o ajuste para ingestão de fibras (HR = 0,77; IC de 95% = 0,62-0,96; p = 0,02).

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que uma maior ingestão de fibra após o diagnóstico de câncer colorretal está associada a menor mortalidade específica e por todas as causas, e pode conferir benefícios adicionais aos pacientes com CRC.

Leia o artigo na íntegra nesse link.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Song M, Wu K, Meyerhardt JA, Ogino S, Wang M, Fuchs CS, Giovannucci EL, Chan AT. Fiber Intake and Survival After Colorectal Cancer Diagnosis. JAMA Oncol. Published online November 02, 2017. doi:10.1001/jamaoncol.2017.3684

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.