André Rodrigues Durães

Coordenador de Ensino e pesquisa do hospital geral Roberto santos Especialista em Cardiologia com enfoque em Insuficiência Cardiaca Especialista em Terapia Intensiva Medico do Complexo HUPES/UFBA Professor do PPGMS-UFBA Professor da EBMSP

ESC 2021: novo paradigma no tratamento da ICFEP – resultados do EMPEROR-Preserved

Foi apresentado no congresso da European Society of Cardiology (ESC 2021) os resultados do estudo EMPEROR-Preserved. Saiba mais.

Rivaroxabana em prótese metálica: o estudo brasileiro Riwa

Em pacientes portadores de prótese valvar metálica o uso dos novos anticoagulantes orais ou anticoagulantes orais diretos é mais complexo.

ESC 2020: Colchicina reduz eventos cardiovasculares em portadores de doença coronária crônica

O estudo LODOCO2 comparou o uso de colchicina 0.5 mg/dia vs placebo em 5.522 portadores de doença coronária crônica.

ESC 2020: Início precoce da colchicina pode alterar desfecho no infarto agudo do miocárdio?

O estudo COLCOT avaliou o uso da colchicina no infarto agudo do miocárdio, e uma nova análise foi apresentada no ESC 2020.

O sistema renina-angiotensina-aldosterona versus a infecção pelo coronavírus 2019

O SRAA regula funções essenciais do organismo, como a manutenção da pressão arterial, balanço hídrico e de sódio. O que isso tem a ver com o coronavírus?

Insuficiência cardíaca: quais as comorbidades não cardiovasculares?

Vamos falar de um artigo de revisão referente as comorbidades que podem coexistir nos pacientes portadores de insuficiência cardíaca, publicado este ano.

Hipertensão: sacubitril/valsartana é eficaz como anti-hipertensivo?

Esta ação farmacológica ocasiona vasodilatação, redução do tônus simpático, diurese e redução da pressão arterial, podendo ser útil na hipertensão arterial.

Diferenças em hipertensão arterial entre 3 diretrizes: SBC, AHA e ESC

Segundo a 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia, no Brasil, HA atinge 36 milhões de indivíduos adultos.

Endomiocardiofibrose: passado, presente e futuro

Endomiocardiofibrose ainda tem vários mistérios desde sua caracterização. Ela é negligenciada e acomete geralmente indivíduos de baixo nível socioeconômico

Comparação de evidências para o manejo da prótese valvar cardíaca

Cabe ao clínico, em decisão com paciente, utilizar o melhor julgamento possível, individualizando os casos, se implantar ou não a prótese valvar.

Entrar | Cadastrar