Felipe Resende Nobrega

Residência Médica em Neurologia (UNIRIO) • Mestre em Neurologia (UNIRIO) • Professor de Clínica Médica da UNESA

Vertigem Posicional Paroxística Benigna: atualização e diagnóstico

A Vertigem Posicional Paroxística Benigna causa tonturas por mudanças na posição da cabeça.. Veja atualização de conduta neste artigo!

Trombectomia mecânica sem vs com trombólise intravenosa no AVCi agudo

Para pacientes elegíveis com AVCi, a terapia trombolítica intravenosa com alteplase (tPA)(ou tenecteplase ) é a terapia de primeira linha.

A sobrevida varia com a escolha da medicação anticonvulsivante para pacientes com epilepsia pós-AVC?

Pesquisadores observaram diferenças na sobrevida entre medicamentos anticonvulsivantes na epilepsia pós-AVC.

Epilepsia: qual o melhor momento de descontinuar drogas antiepilépticas?

Foram publicadas novas recomendações práticas sobre a descontinuação das drogas antiepilépticas em pacientes com epilepsia.

Na abordagem do status epilepticus, qual a melhor droga: fenitoína ou levetiracetam?

O status epilepticus (SE) convulsivo é uma emergência médica e neurológica que requer avaliação e tratamento imediatos.

Solução Salina Hipertônica versus Manitol na diminuição da pressão intracraniana (PIC) em crianças com traumatismo craniano grave

Estudo examinou 1.000 crianças com traumatismo craniano (TCE) grave que receberam bólus de solução salina hipertônica e manitol.

Monitorização não invasiva da pressão intracraniana

A busca por uma técnica não invasiva de monitorização da pressão intracraniana tornou-se um tema essencial na terapia intensiva neurológica.

A pupilometria se correlaciona com o eletroencefalograma (EEG) não reativo em pacientes neurocríticos

Estudo reuniu duas ferramentas diferentes (pupilometria e EEG), que avaliam diferentes mecanismos e localizações de lesão cerebral.

Anticoagulantes na trombose venosa cerebral

A trombose venosa cerebral (TVC) é uma doença rara, mas grave, e a anticoagulação é a base do tratamento agudo e subagudo.

Neurotecnologia: Software de análise facial ajuda a rastrear a doença de Parkinson (DP)

Um estudo avaliou um novo software de análise facial que pode distinguir pessoas com DP de controles saudáveis ​​com precisão superior a 95%.