Fernanda Costa Azevedo

Graduada em Medicina pela Universidade Federal Fluminense ⦁ Residência médica em Clínica Médica pelo Hospital Universitário Antônio Pedro (UFF) ⦁ Residente em Gastroenterologia no Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (UFES) ⦁ Instagram: @dra.fernandaazevedo

Qual melhor escore prognóstico na hepatite alcoólica?

Estudo avaliou a precisão prognóstica do MELD-Na na determinação da mortalidade em 28 e 90 dias dos pacientes com Hepatite Alcoólica (HA).

A diverticulite aguda leve pode ser tratada ambulatorialmente e sem antibióticos?

Um estudo avaliou a eficácia e a segurança do tratamento da diverticulite aguda leve de forma ambulatorial e sem uso de antibióticos. 

Carcinoma hepatocelular na doença hepática gordurosa não alcoólica com ou sem cirrose

A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) tem incidência crescente devido ao aumento global da prevalência de obesidade e diabetes.

Trombose de veia porta não neoplásica: diagnóstico e manejo em cirróticos

A trombose da veia porta é uma complicação crescente na cirrose hepática. Pode impactar negativamente a técnica cirúrgica do transplante de fígado. Saiba mais.

CoronaVac tem eficácia de 86% em prevenção de mortes em estudo de vida real

Uma coorte observacional prospectiva da população cadastrada no sistema público de saúde do Chile avaliou a eficácia em vida real da CoronaVac.

Cirrose: o desafio em evolução das infecções

As infecções tem alto impacto na cirrose hepática. O NEJM publicou uma revisão em junho de 2021 abordando esse tema. Saiba mais.

STRIDE II: o que há de novo nos alvos terapêuticos das doenças inflamatórias intestinais?

A IOIBD publicou, recentemente, uma atualização dos alvos terapêuticos das doenças inflamatórias intestinais. Saiba mais.

Alteração temporária do tratamento da Hepatite C no Brasil

A hepatite C é causa importante de morbimortalidade devido a complicações como cirrose hepática e carcinoma hepatocelular.