AVC na Emergência: erros de diagnóstico acontecem na identificação dos sintomas

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

Em novo artigo publicado na revista Neurology, pesquisadores examinaram a precisão diagnóstica na Emergência para identificação de eventos cerebrovasculares agudos.

Para isso, os autores pesquisaram nas bases da MEDLINE e Embase por estudos (1995 – 2016) relatando a exatidão diagnóstica na emergência para AVC isquêmico, ataque isquêmico transitório (AIT) ou hemorragia subaracnoide (HAS).

Foram incluídos 23 estudos, com baixo risco de viés, com 15.721 pacientes. A sensibilidade geral (91,3%; IC de 95%: 90,7 a 92] e especificidade (92,7%; 91,7 a 93,7) para etiologia cerebrovascular foi alta, mas houve variação significativa com base na apresentação clínica.

O diagnóstico errado foi mais frequente entre os subgrupos com sintomas mais leves (HAS com estado mental normal vs anormal: taxa de falso negativo de 23,8% vs 4,2%; odds ratio OR = 7,03; IC de 95%: 4,80 a 10,31), inespecíficos (vertigem vs achados motores: falso negativo de 39,4% vs 4,4%; OR 14,22; IC de 95%: 9,76 a 20,74) ou transitórios (AIT vs AVC isquêmico: falso negativo de 59,7% vs 11,7%; OR = 11,21; IC de 95%: 6,66 a 18,89).

Nesse estudo, aproximadamente 10% dos eventos cerebrovasculares não foram diagnosticados na emergência. Com base nesses achados, os pesquisadores concluíram que o risco de erros de diagnóstico é maior quando os sinais são leves, inespecíficos ou transitórios. Essa diferença sugere que muitos diagnósticos errados estão relacionados a fatores específicos de sintomas.

Veja também: ‘AVC: parece, mas não é’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • ED misdiagnosis of cerebrovascular events in the era of modern neuroimaging. Published online before print March 29, 2017, DOI: http:/​/​dx.​doi.​org/​10.​1212/​WNL.​0000000000003814. Neurology
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar