Página Principal > Colunistas > #BombaTôFora: campanha conscientiza contra uso de anabolizantes
#BombaTôFora anabolizantes

#BombaTôFora: campanha conscientiza contra uso de anabolizantes

Tempo de leitura: 2 minutos.

O uso de esteroides anabolizantes e similares (EAS) se tornou um problema de saúde pública. Estima-se que no Brasil sejam quase 7 milhões de usuários, cuja a maior parcela formada por indivíduos que buscam melhorar a aparência e a performance físicas.

O consumo de EAS está associado a uma grande variedade de complicações clínicas, sejam elas cardiovasculares, psiquiátricas, metabólicas, endócrinas, neurológicas, infecciosas, hepáticas, renais ou musculoesqueléticas, sem falar no aumento do risco de morte.

A falta de medidas de prevenção e educação da população sobre o assunto facilita a disseminação de informações falsas, levando muitos a acreditarem que pode haver formas seguras de usar essas substâncias. Entre elas podemos citar os derivados sintéticos da testosterona, o hormônio do crescimento e a insulina, além do uso combinado de outras drogas para controle dos efeitos colaterais, por exemplo.

Leia mais: Uso de esteroides anabolizantes afeta estrutura do cérebro; saiba como orientar seu paciente

A falta de regulamentação e fiscalização adequada por entidades específicas facilita o uso clandestino dessas drogas, que corresponde a 80% do mercado de EAS. Além das consequências bem conhecidas à saúde relacionadas ao uso não apenas inadequado como também excessivo, os usuários ainda se submetem a outros riscos como a contaminação dos produtos com substâncias desconhecidas e agentes infecciosos.

Como importante ferramenta de prevenção do uso de anabolizantes foi criado o projeto #BOMBATÔFORA, desenvolvido pelo Núcleo de Endocrinologia do Exercício da Medicina Esportiva da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e o apoio de diversas entidades.

cartaz da campanha #BombaTôFora.

Outra proposta do projeto é desenvolver centros de assistência interdisciplinar a usuários de EAS no Brasil, com programas de atendimento adequado que permitam uma reabilitação bem sucedida.

Um dos idealizadores do #BOMBATÔFORA, Dr. Clayton Luiz Dornelles, pede o apoio de todos na divulgação do projeto, pois só assim será possível atingir o principal objetivo da campanha: conscientizar e alertar a população sobre os riscos do uso de anabolizante e contribuir para a redução de seu uso especialmente entre os jovens, que na busca de um corpo forte e de alto desempenho podem sofrer graves consequências.

Ao acessar o site você pode encontrar mais informações sobre o projeto, além de conteúdo científico sobre o assunto. É possível ainda fazer o download de materiais educativos para impressão.  Acompanhe também as divulgações pelo Facebook e Instagram no perfil @bombatofora.

Confira o vídeo da campanha:

#BombaTôFora

Quando o assunto é anabolizante, os danos são sempre maiores do que os ganhos. Conheça o #BombaTôFora: um programa com foco na educação e prevenção do uso de esteroides anabolizantes. Acesse a nossa página para saber mais.

Posted by BombaTôFora on Tuesday, October 2, 2018

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Daniele Zaninelli

Graduada em Medicina pela UFPR (1998) ⦁ Especialização em Endocrinologia e Metabologia no HC/UFPR ⦁ Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia (2003) ⦁ Mestrado no Serviço de Endocrinologia e Metabologia pelo Departamento de Clínica Médica do HC/UFPR ⦁ Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia / Membro da Endocrine Society

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.