Câncer de mama e câncer de ovário hereditário: veja novas diretrizes do ACOG

O ACOG (The American College of Obstetricians and Gynecologists) publicou, em setembro de 2017, algumas recomendações sobre câncer de mama e câncer de ovário hereditário.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Câncer de mama possui incidência de 25% novos casos ao ano. Em 2016, de acordo com o Inca, tivemos 57.960 casos no Brasil. Cerca de 5% a 10% dos cânceres de mama são hereditários e 10-15% possuem história familiar positiva (câncer familial).

Existem algumas síndromes genéticas conhecidas para o câncer de mama. A mais frequente e estudada é a mutação BRCA 1 e BRCA 2, conhecida como câncer de mama e câncer de ovário hereditário. O ACOG (The American College of Obstetricians and Gynecologists) publicou, em setembro de 2017, algumas recomendações sobre essa síndrome genética.

– O aconselhamento genético é recomendado para pacientes que têm o diagnóstico de câncer epitelial de ovário, incluindo tuba uterina ou câncer peritoneal primário, e para indivíduos que possuem uma história pessoal ou familiar de câncer de mama ou ovário.

– Após o aconselhamento, aquelas pacientes que possuem mutações BRCA ou outra mutação semelhante relacionada à predisposição do câncer de mama devem ser oferecidas mastectomia redutora de risco bilateral.

– Mulheres com BRCA ou que carregam outra mutação semelhante relacionada ao câncer de ovário devem ser oferecidas com salpingoooforectomia bilateral com redução de risco.

– O momento da cirurgia pode variar conforme a mutação genética, os desejos da paciente de constituir prole e a história familiar. Recomenda-se realizar salpingooforectomia com 35-40 anos para os portadores de BRCA-1, pois possuem maior risco de ter câncer de ovário ao longo da vida. Já as portadoras de BRCA-2 podem adiar a cirurgia até os 40-45 anos de idade segundo recomendações da ACOG.

Mais da autora: ‘Biópsia do linfonodo sentinela – por que optar por essa técnica?’

– Para realização de salpingooforectomia bilateral redutora de risco todo o tecido dos ovários e das trombas deve ser removido. Deve ser realizado lavado peritoneal para avaliação aprofundada das superfícies peritoneais a procura de eventuais implantes. E na avaliação histopatológica é necessário corte completo série dos óvulos e das tubas uterinas com exame microscópio para achados de câncer nocivo.

– O teste genético é recomendado quando os resultados de uma avaliação de risco detalhada é realizada como parte do aconselhamento genético, sugerindo a presença da síndrome de câncer hereditário, para quais genes específicos foram identificados e quando os resultados dos testes provavelmente influenciarão a decisão médica de follow-up.

– As duas principais opções de testes genéticos para a síndrome hereditária de câncer de mama e ovário são testes de mutação BRCA e testes de painel multigênico que incluem BRCA e outras mutações genéticas. O teste de painel multigênico pode ser útil quando mais de um gene pode estar associado a uma síndrome de câncer hereditária ou quando um paciente possui histórico pessoal ou familiar consistente com uma susceptibilidade ao câncer hereditária, mas o teste de um único gene não identificou uma variante patogênica.

– Em mulheres com mutações BRCA ou com antecedentes familiares de câncer de ovário, não é recomendado o rastreio de rotina de câncer de ovário com medição do nível sérico de CA 125 ou ultrassonografia transvaginal. A ultrassonografia transvaginal ou a medição do nível sérico de CA 125 podem ser razoáveis para a vigilância a curto prazo em mulheres com alto risco de câncer de ovário a partir dos 30-35 anos até o momento em que eles optam por promover a salpingooforectomia bilateral com redução de risco, o que é a única intervenção comprovada para reduzir a mortalidade específica do câncer de ovário.

Essas são as atualizações da ACOG sobre o tema de extrema relevância clínica e muito debatido nos dias atuais (Congressos e Reuniões da Mastologia).

É médico e também quer ser colunista do Portal PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Referências:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Tags