Leia mais:
Leia mais:
Uso de amoxicilina para o tratamento de infecções torácicas em crianças apresenta poucos efeitos
Whitebook: sangramento vaginal
Atividade física e Covid-19: a importância da reavaliação médica no retorno aos treinos
Novas evidências: Laser fracionado de CO2 para tratamento de atrofia vaginal
Manejo da dispneia na emergência com uso de ultrassonografia point-of-care (POCUS)

Como o preço dos medicamentos afeta o tratamento do paciente?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Na crise econômica que estamos passando, o acesso aos medicamentos pode estar sendo a principal causa de não adesão ao tratamento. Um estudo americano apresentado este mês concluiu que a grande variedade de preços em três produtos genéricos usados para tratar a insuficiência cardíaca acaba afetando os pacientes com menos condições. A pesquisa mostrou que as doses baixas de digoxina + lisinopril + carvedilol variaram de US$ 20 a US$ 256, e, as doses altas, de US$ 12 a US$ 397, dependendo da farmácia, mas que a variação não estava relacionada ao tipo da loja, região ou renda mediana local.

500x120-assinatura

No Brasil, podemos estar vivendo algo parecido, principalmente com a atual situação econômica do país. No início do ano, uma resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed), órgão do Governo Federal que controla cerca de 9 mil remédios, fixou em 12,5% o reajuste máximo permitido aos fabricantes. É a maior alta nos últimos anos e visa compensar a inflação e o aumento de custos, como alta do dólar e a energia elétrica; em 2015 foi permitida uma alta de 7,7%, e em 2014, 5,68%.

A autorização, que antes considerava três faixas de medicamentos para variar os valores de acordo com a necessidade e competição do mercado, este ano considerou apenas uma. Sendo assim, todos os remédios controlados pelo Governo podem ter aumentado de acordo com a mesma taxa, causando efeito em muitos doentes. Você já pensou que seus pacientes podem ter deixado de fazer algum tratamento devido ao preço? Você costuma pesquisar valores antes de fazer as prescrições? Onde?

Veja também: ‘Anvisa suspende 2 cosmésticos e 14 medicamentos

O estudo

A ideia da pesquisa americana veio depois que um paciente com insuficiência cardíaca entrou em contato com seu médico porque não teria condições de comprar a digoxina que lhe foi prescrita, que custava cerca de US$ 100. O médico era Paul Hauptman, professor da faculdade de medicina de Saint Louis University, nos Estados Unidos, e cardiologista especializado na doença, que decidiu conduzir um estudo com um grupo de pesquisadores da universidade. Para isso, foram coletados os preços de duas doses de digoxina, lisinopril e carvedilol em prescrições de 30 e 90 dias, em mais de 170 farmácias (153 cadeias de lojas) de 55 CEPs.

Além da variação de preço, média de US$ 67 para doses baixas e de US$ 70 para doses altas, a digoxina se mostrou a mais cara. Para o grupo de pesquisadores, os doentes que mais podem sentir os efeitos negativos são os que não têm plano de saúde e/ou os que têm opções limitadas de drogarias nas localidades onde vivem.  De três grandes redes, só uma tinha o mesmo valor (ou próximo) em todas as lojas. Os resultados foram apresentados no 2016 American Heart Association Scientific Sessions, em New Orleans.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

250-BANNER4Referências:

  • https://www.thecardiologyadvisor.com/aha-conference-highlights-2016/heart-failure-generic-drug-pricing-variability/article/572836/
  • https://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2016/04/governo-autoriza-reajuste-de-ate-125-no-preco-dos-remedios.html

 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar