Leia mais:
Leia mais:
Quantos banhos por dia uma criança com dermatite atópica deve tomar?

Condutas de enfermagem para a família com recém-nascido com diagnóstico de síndrome de Down

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Coautora: Mariana Marins. Enfermeira, especialista em saúde da família. Mestre em educação pela Universidade Federal Fluminense. Experiência na gestão de unidade básica de saúde no Município do Rio de Janeiro e atualmente Gestora em Saúde no Município de Maricá.

Como visto nas publicações anteriores, acolhimento familiar e do recém-nascido com diagnóstico de síndrome de Down – parte 1 e parte 2, alguns diagnósticos de enfermagem foram identificados. Nesse contexto, na sua consulta de enfermagem, quais os cuidados que considera importantes para serem abordados com essa dupla? Pense um pouco antes de continuar a leitura.

Trouxemos algumas sugestões de cuidados para vocês:

down

Orientações acerca do aleitamento materno

  • Esclarecer que a amamentação pode ser mais desafiadora nesses casos, mas é totalmente possível e confere à saúde do bebê e da mãe inúmeros benefícios, principalmente proteção contra doenças respiratórias, que são comuns a crianças com a síndrome e melhora da hipotonia dos músculos orais, pois sugar ao seio é um grande exercício.
  • Orientar que a mãe faça massagem nas mamas e pequena ordenha de leite para estimular o reflexo inicial de ejeção de leite.
  • Orientar posicionamento do bebê, idealmente ele deve estar na posição de cavaleiro. A mãe deve posicionar uma das mãos por baixo da mama e sustentar parte da mama e a mandíbula do bebê, o que chamamos de “mão em bailarina”. Essa posição da mão da mãe facilita o vedamento labial no seio e estabilização das estruturas orais.
  • Orientar compressão da mama durante a mamada. Pode ser interessante para aumentar o fluxo de leite na boca do bebê e reduzir o esforço.
  • Orientar a oferta do complemento, se necessário, em utensílios que não causem confusão de bicos, como colher ou copinho. A técnica de translactação/relactação também podem ser consideradas.
  • Orientar possíveis sinais de esforço durante a mamada, quantidade de diurese esperada e evacuações, como saber se o bebê está mamando bem.

Cuidados com a saúde da bebê

  • Avaliar ganho de peso e crescimento de acordo com a curva adequada, específica para a síndrome.
  • Reforçar cuidados gerais como banho, higiene, troca de fralda, cuidados com o coto umbilical, cuidados com a pele;
  • Desencorajar o uso de lenço umedecido e reforçar a higiene com algodão e água, e uso de pomadas contra assadura.
  • Realizar acompanhamento multidisciplinar ( fonoaudiólogo, pediatra, fisioterapeuta, etc)
  • Diante do maior risco de complicações respiratórias (devido ao baixo tônus muscular, osso nasal subdesenvolvido e baixa drenagem de muco em vias aéreas superiores), reforçar importância do aleitamento Materno, orientar lavagem nasal com Soro Fisiológico, se necessário.
  • Orientar quanto a imunização.

Cuidados com a saúde da puérpera

  • Realizar acolhimento humanizado e escuta ativa para esclarecer quaisquer dúvidas;
  • Encorajar a mulher a desempenhar o cuidado com o bebê;
  • Explicar a importância da rede de apoio no puerpério e na adaptação da família nesse novo contexto;
  • Ofertar assistência multiprofissional, como o auxílio da psicologia, caso necessário;
  • Informar sobre os cuidados com a mama e o seu esvaziamento para evitar a mastite, ou seja, como realizar a massagem e a ordenha;
  • Orientar sobre sinais de alarme para mastite: vermelhidão, hiperemia, nódulos e dor;
  • Explicar medidas de alívio com compressas geladas;
  • Desencorajar o uso de absorventes e explicar que pode ser um veículo para proliferação de fungos;
  • Sugerir alimentação balanceada, rica em ferro e Vitamina C, devido a uma possível anemia pós parto;
  • Realizar avaliação da cicatriz cirúrgica e da retirada do ponto. Caso não haja retirada do ponto, orientar com relação aos cuidados domiciliares com a cicatriz;
  • Orientar sobre a importância da elevação dos MMII para redução do edema.
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Perilo TVC. Tratado do especialista em cuidado materno-infantil com enfoque em amamentação. Belo Horizonte: Mame bem, 2019. # González C. Manual prático de aleitamento materno. 2ª ed. [traduzido por Maria Bernardes]. São Paulo: Editora Timo, 2018. # Tavares CBG. Técnicas de amamentação. Bases Científicas. 4ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015. # Rego, JD. Aleitamento materno. 3rd ed. São Paulo: Editora Atheneu, 2015.
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.