Covid-19: Primeiras doses da Pfizer chegam ao Brasil; veja as contraindicações [infográfico]

Após a assinatura de contrato em março, 1 milhão de doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer chegaram ao Brasil no dia 29 de abril.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Após a assinatura de contrato em março, 1 milhão de doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer chegaram ao Brasil hoje, 29. Esta é a primeira entrega das 100 milhões de vacinas compradas para o Plano Nacional de Imunização. Segundo o planejamento, o restante será entregue até setembro.

Devido às condições de armazenamento, o Ministério da Saúde informou que as doses serão distribuídas apenas para as capitais, de forma igualitária. Os municípios devem receber as doses entre sexta (30) e sábado (1).

Nas condições ideais o imunizante deve ficar armazenado a -70ºC, mas pode ser transportado em ambientes com temperaturas entre -25ºC e -15ºC por até 14 dias. Nas salas de vacinação, pode ficar em temperaturas entre 2ºC e 8ºC por até cinco dias.

No Brasil, a vacina foi a primeira a obter o registro definitivo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, por isso, assim que chegar aos destinos, a aplicação poderá começar imediatamente.

mão segurando vidro para aplicação de vacina da pfizer

Vacina da Pfizer

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer com a BioNTech utiliza uma tecnologia diferente, o RNA mensageiro sintético. A tecnologia permite uma produção mais rápida do imunizante, que possui cerca de 95%, segundo os estudos, quando administrado em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas.

Por outro lado, o uso de mRNA trouxe algumas contraindicações e reações diferentes de outras vacinas que estamos acostumados.

Pessoas com histórico de alergia grave (anafilaxia) por algum medicamento ou doença, por exemplo, não devem receber a vacina. Outras comorbidades não foram associadas à vacina, por isso esses pacientes, desde que acima de 16 anos, podem ser imunizados.

Informações na palma da sua mão

Para que você tenha, na palma da sua mão, os principais aspectos das vacinas contra a Covid-19 feitas com mRNA, montamos este infográfico. Nele, você encontra:

  • Quem pode tomar;
  • Quais as contraindicações;
  • Quais os efeitos colaterais;
  • Principais vacinas de mRNA.

Baixe grátis agora mesmo o infográfico!

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão