Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Clínica Médica / Covid-19: pesquisadores criam protótipo para ampliar uso de respiradores para quatro pessoas
médicos levando paciente com Covid-19 para UTI

Covid-19: pesquisadores criam protótipo para ampliar uso de respiradores para quatro pessoas

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Com a preocupação de evitar a escassez de ventiladores respiratórios dentro das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), um grupo de pesquisadores de Barretos, no interior de São Paulo, desenvolveu um protótipo que permite o compartilhamento dos respiradores entre até quatro pessoas.

A válvula, ligada diretamente aos ventiladores, foi criada durante um desafio proposto pela Universidade de Medicina Johns Hopkins, dos Estados Unidos, que visava o desenvolvimento de soluções para melhorar a oferta de recursos das equipes médicas que combatem a pandemia do novo coronavírus.

Além do protótipo, ainda em fase de testes, os cientistas elaboraram um software para rastrear pacientes com características respiratórias parecidas, chamado de complacência pulmonar.

Como foi realizado o projeto

O grupo do Hospital de Barretos vivenciou uma intensa imersão sobre a doença e o tratamento, com 12 horas diárias de estudos, de 30 de março a 3 de abril. Entre todos os participantes do desafio americano, foram propostas cerca de 200 soluções para contribuir com o tratamento da Covid-19, sempre com a mentoria de experts da medicina e da indústria médica mundial.

O compartilhamento de ventiladores respiratórios já foi realizado em alguns países, como a Itália, mas em casos urgentes. No entanto, a estabilidade desses pacientes durou apenas cinco horas, uma vez que as demandas respiratórias eram diferentes. E ainda havia o risco do compartilhamento do equipamento causar contaminação cruzada.

Com a válvula criada pelos pesquisadores, a ideia é que esse tempo seja ampliado, com o nível de oxigênio liberado para cada paciente de maneira automatizada, o que garantiria mais estabilidade em todo o processo. Os riscos de contaminação cruzada também seriam reduzidos.

Leia também: Covid-19: Sistema computacional para ventiladores pulmonares está sendo desenvolvido no Brasil

A válvula foi desenvolvida seguindo um modelo de respirador que existe no Ircad. Para a fase de testes, o grupo vai buscar recursos para comprar pulmões artificiais.

“Pegamos o modelo padrão do ventilador que tem no Ircad para fazer o modelo 3D. Estamos finalizando a prototipagem, buscando os recursos para adquirir os pulmões artificiais para a realização no Hospital de Barretos”, explicou um dos criadores do projeto, Alessandro Hakme, bioengenheiro e pós-doutor pelo Centro de Engenharia Aplicado à Saúde da Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo (USP) Alessandro Hakme, em entrevista ao portal G1.

Próximos passos

Quando o sistema estiver em funcionamento nos pulmões artificiais, o projeto passa para a fase de testes com animais de médio porte, como porcos. Nesse momento, serão analisadas a toxicidade e a compatibilidade.

Em seguida, serão feitos os testes clínicos: primeiro em pacientes com estágio leve. Todo o processo serve para a validação do equipamento junto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com expectativa de duração de oito meses após a captação de recursos.

Como um paciente com Síndrome Aguda Grave de Covid-19 fica de quatro a oito dias intubado, a necessidade de válvulas como essas torna-se urgente e extremamente importante para os hospitais de todo o país.

Neste momento, os pesquisadores buscam recursos financeiros para realizar todos os testes necessários para que o protótipo possa ser aprovado para uso clínico.

“Algumas empresas já entraram em contato conosco, mas vamos buscar também financiamento de instituições públicas. A estimativa é que cada válvula custe cerca de US$ 150”, diz Alessandro Hakme.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autor:

Referências bibliográficas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.