Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Medicina Interna / Cuidado com a cabeça! Poderia um traumatismo craniano causar doença de Parkinson?!

Cuidado com a cabeça! Poderia um traumatismo craniano causar doença de Parkinson?!

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

250-BANNER3Um estudo de coorte comparando pacientes que sofreram traumatismo craniano com lesão cerebral associada e pacientes que sofreram traumatismo craniano sem lesão cerebral associada, avaliando nestes grupos a incidência de doença de Parkinson, sugeriu que lesão cerebral traumática aumenta o risco de doença de Parkinson.

Muitos estudos já haviam avaliado a potencial associação entre lesão cerebral traumática e o desenvolvimento de doença de Parkinson, mas, até então, obtiveram resultados muito conflituosos, especialmente pela dificuldade em estabelecer um grupo controle.

No estudo em questão, publicado há 1 mês no Annals of Neurology, 52393 casos de lesão cerebral traumática, definidos pelo CID-9, e 113406 traumatismos sem lesão cerebral foram observados por 6 anos de follow-up, buscando-se a associação da lesão a incidência de doença de Parkinson. A razão de verossimilhança para diagnóstico de doença de Parkinson em pacientes com lesão cerebral traumática foi de 1,7%, enquanto no grupo controle (sem lesão) foi de 1,1%, sendo esta diferença estatisticamente significativa. Foi observado também que a gravidade do trauma e a frequência de episódios teve relação de dose-resposta com a incidência de doença de Parkinson.

Na análise geral, lesão cerebral traumática aumenta em 44% o risco de doença de Parkinson, e traumas leves aumentam em 24% este mesmo risco. O motivo real desta associação ter sido observada permanece desconhecido, sua plausibilidade biológica ainda é contestável. Algumas possibilidades, no entanto, devem ser levantadas: o trauma pode simplesmente desmascarar a doença de Parkinson subjacente já em manifestação; o trauma pode desencadear um processo neurodegenerativo; ou simplesmente o trauma pode ser causa direta da neurodegeneração.

De qualquer maneira, estudos adicionais devem ser desenvolvidos antes de atribuirmos uma causa anatômica a uma doença neurodegenerativa que só agora está se revelando para a Neurologia.

500x250-banner1

Referência Bibliográfica:

– Gardner RC et al. Traumatic brain injury in later life increases risk for Parkinson’s disease. Ann Neurol 2015 Feb 27

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.