Leia mais:
Leia mais:
Como identificar 16 doenças que se manifestam pela boca
Linfoma Não Hodgkin: o que você precisa saber
Leucemia mieloide crônica atípica: como diferenciar das doenças mieloproliferativas Philadelphia-negativo?
Contracepção hormonal materna tem relação com risco de leucemia na infância?
Aprovado medicamento para combater linfoma agressivo

Cuidados de enfermagem ao paciente em uso de ciclofosfamida

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A ciclofosfamida é um medicamento antineoplásico, que atua se ligando ao DNA das células tumorais após a ativação pelo fígado. É agente ciclo celular não específico, que permanece ativo em todas as fases de divisão celular. Pode ser usado para tratamento de diversas doenças oncológicas, dentre elas: leucemias e linfomas.

É importante que o enfermeiro saiba que a ciclofosfamida não possui ação vesicante durante a sua administração, o período Nadir ocorre de sete a 14 dias após a administração do quimioterápico e a recuperação medular se estabelece entre 18 e 25 dias após a administração.

As principais toxicidades são hematológicas (anemia, leucopenia, trombocitopenia); gastrointestinais (náuseas, vômitos, mucosite, diarreia, etc.); cistite hemorrágica, cistite não hemorrágica, hiperpigmentação na pele, hepatotoxicidade, nefrotoxicidade, cardiotoxicidade (altas doses), reações alérgicas em vias aéreas superiores (coriza, lacrimejamento, espirros, congestão nasal).

vidro de ciclofosfamida deitado na mesa com cápsulas fora

Ciclofosfamida: cuidados em enfermagem

Os principais cuidados de enfermagem ao paciente com doença oncológica que faz uso de ciclofosfamida são:

  1. Avaliar e monitorar os resultados dos exames laboratoriais (níveis séricos de eletrólitos, plaquetas, leucócitos, hematócrito, hemoglobina, etc.).
  2. Calcular a área de superfície corporal e conferir a dose prescrita.
  3. Administrar ciclofosfamida no período da manhã, pois durante o dia as micções são mais frequentes.
  4. Verificar os sinais vitais antes da administração.
  5. Medir a diurese antes e depois da administração.
  6. Diminuir a velocidade de infusão em caso de presença de sintomas, como coriza, lacrimejamento, espirros e congestão nasal.
  7. Estimular e monitorar a hidratação oral. Orientar os pacientes adultos a ingerir de dois a quatro litros de líquidos no dia da administração e também nos dois dias subsequentes.
  8. Realizar a hiper-hidratação venosa, conforme prescrição, para a prevenção da cistite hemorrágica.
  9. Orientar o paciente a aumentar o número de micções durante a administração da droga, para manter a bexiga vazia, de preferência de duas em duas horas.
  10. Atentar para a presença de hematúria. Uso de fitas reagentes.
  11. Administrar mesna, alopurinol e bicarbonato de sódio, conforme prescrição, para proteção da bexiga, quando utilizado em altas doses.
  12. Orientar que a administração por via oral deve ser feita durante ou após as refeições.
  13. Atentar para os sinais e os sintomas relacionados aos efeitos colaterais (náuseas, vômitos, reações alérgicas, etc.).
  14. Orientar o paciente sobre as principais reações adversas.
  15. Orientar o paciente sobre o risco de infecções e realização de cuidados para prevenção.
  16. Orientar sobre a interação com outras medicações e desencorajar o uso de medicamentos sem a prescrição médica.

Para saber mais sobre a assistência de enfermagem ao paciente com doença oncológica em uso de outros quimioterápicos, baixe o aplicativo Nursebook.

Autor:

Referências bibliográficas:

  • Schull PD. Nurse’s Drug: handbook. 7. ed. Mc Gran Hill, 2013.
  • Bonassa EMA, Gato MIR. Terapêutica oncológica para enfermeiros e farmacêuticos. 4. ed. São Paulo, Editora Atheneu, 2012.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar