Leia mais:
Leia mais:
Mosquitos infectados com wolbachia podem ajudar no controle da dengue?
Infecção prévia por zika pode estar relacionada ao risco de dengue grave?
Casos de dengue nas Américas chegam a 1,6 milhão este ano, alerta OPAS
Casos prováveis de dengue ultrapassam 90 mil, com 14 mortes confirmadas
Quiz: qual dos sinais é considerado de alarme na dengue?

Dengue: caso de transmissão sexual é confirmado na Espanha

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O Ministério da Saúde do Brasil confirmou 596,38 mil casos de dengue neste ano até o dia 10 de junho, com um número provável de casos de 1,127 milhão. Uma das grandes preocupações em termos de prevenção da dengue é o controle do vetor, o mosquito Aedes aegypti. Porém, foi divulgada pela mídia esta semana uma nova e preocupante forma de transmissão: sexual.

Uma matéria do Jornal El Pais relatou que o Hospital Ramón y Cajal, em Madri, diagnosticou a dengue em um jovem que contraiu a doença mantendo relações desprotegidas com outra pessoa que havia adquirido o vírus, durante uma viagem pelo Caribe. Esta é uma das primeiras infecções sexualmente confirmadas no mundo, pois existem apenas referências na literatura científica de outro caso semelhante na Coréia do Sul.

A contaminação dessa vítima em Madri foi confirmada no final de setembro e intrigou os cientistas, pois ele não havia viajado para um país onde a dengue é endêmica. Também não haviam, no local onde eles estavam, mosquitos que pudessem justificar a contaminação.

Curiosamente, seu companheiro havia apresentado os mesmos sintomas, cerca de dez dias antes e havia viajado para Cuba. Segundo os testes, ambos tinham dengue. Além disso, uma análise das amostras dos dois revelou que era o mesmo tipo de vírus que circula em Cuba.

Veja também: Arboviroses: top 3 novidades de 2019

Esta descoberta evidencia um novo modo de transmissão do vírus, o que pode ter um impacto importante, pois levanta alguns questionamentos. Será que em regiões endêmicas teríamos também casos de transmissão sexual? Seria o Aedes aegypti menos culpado do que sempre imaginamos? Aguardamos novos estudos com esclarecimentos.

Receba todas as novidades em Medicina! Inscreva-se em nossa newsletter!

Autor:

Referência bibliográfica:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

2 comentários

  1. Andressa G.Comercial

    Ola Dayanna, obrigado por compartilhar estas informações com os leitores. A dengue e um problema ainda muito serio e precisamos tomar cuidado. Desejando sucesso, Andressa

  2. muito interessante seus conteúdos gostei muito deles. Parabéns 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar