Leia mais:
Leia mais:
Dia da Conscientização de Linfomas
Linfoma Não Hodgkin: o que você precisa saber
Aprovado medicamento para combater linfoma agressivo
Cuidados de enfermagem ao paciente em uso de ciclofosfamida
Primeiro biossimilar do rituximabe entra no mercado

Dia da Conscientização de Linfomas

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Todo ano, o dia 15 de setembro é marcado como Dia Nacional de Conscientização sobre Linfomas. Os linfomas fazem parte de um grupo de neoplasias malignas do sistema linfático. Na população pediátrica, os linfomas são o terceiro tipo de câncer mais comum na infância, após das Leucemias e Tumores do Sistema Nervoso Central. Podem ser classificados como Linfomas de Hodgkin e Linfomas de Não Hodgkin.

Linfoma de Hodgkin

O linfoma de Hodgkin (LH) é mais comum em adolescentes, sendo caracterizado pela presença de uma célula gigante e multinucleada denominada célula de Reed-Sternberg (HRS). Essa célula, juntamente com linfócitos, histiócitos e suas variantes, compõe um conjunto de células malignas do LH.

Os paciente podem ser classificados em A, caso sejam assintomáticos e B, caso apresentem os seguintes sintomas, denominados de sintomas B, por serem provocados pela liberação de citocinas e linfocinas pelas células de Reed-Stenberg:

  • Febre acima de 38ºC duas vezes ao dia, sem foco infeccioso, por três dias consecutivos;
  • Sudorese noturna e perda de 10% ou mais de peso, nos seis meses anteriores.

Além disso, os pacientes com LH podem apresentar os seguintes sinais e sintomas: 

  • Linfadenopatia indolor e firme, principalmente, em região cervical e supraclavicular. 
  • Sudorese noturna; 
  • Perda de peso (> 10%) sem causa explicável, nos seis meses anteriores; 
  • Fadiga; 
  • Anorexia; 
  • Esplenomegalia; 
  • Dor ou desconforto abdominal decorrente de esplenomegalia; 
  • Alargamento do mediastino, que pode provocar tosse, insuficiência respiratória, estase de jugular e outros sinais relacionados à síndrome da compressão da veia cava superior; 
  • Prurido, proveniente de colestase em doença avançada; 
  • Dor óssea, decorrente de infiltração da medula óssea; 
  • Dor neurogênica, relacionada à compressão da medula espinhal;
  • Outros sintomas podem aparecer, dependendo da extensão e localização da doença em áreas extranodais.

O protocolo de tratamento pode ter variações de acordo com o protocolo adotado por cada instituição e da classificação de risco e estadiamento da doença, em cada caso. Entretanto, protocolos podem associar quimioterapia e radioterapia. A taxa de cura do LH em crianças é elevada. No entanto, os episódios de recaída ainda são frequentes em crianças com doença avançada.

Linfoma Não-Hodgkin

Os linfomas não Hodgkin (LNH), diferente dos LH, são  mais comuns em crianças em idade escolar e possuem comportamento mais difuso do que nodular, ocorrendo disseminação precoce e rápida e podendo acometer mediastino e meninges. Eles podem ser classificados em dois grandes grupos:

  • Linfomas de células B: linfoma de Burkitt; linfoma difuso de grande célula B (DLBCL); linfoma linfoblástico B e linfoma folicular;
  • Linfomas de células T: linfoma anaplásicos de grandes células ALK e linfoma linfoblástico T. 

Os sinais e sintomas que a criança com LNH pode apresentar variam conforme o subtipo histológico e a cadeia de linfonodos o qual acomete, podendo provocar sintomas gastrointestinais, respiratórios, comprometimento do mediastino e hepatoesplenomegalia. 

A Linfonodomegalia geralmente possui características como linfonodos indolores, endurecidos, aderidos a planos profundos e sem sinais flogísticos.   Sinais sistêmicos como febre, sudorese e perda de peso, também podem estar presentes. 

Leia também: Aprovada no Brasil nova opção de tratamento para linfoma de Hodgkin para crianças e adultos

O tratamento do LNH é basicamente quimioterápico. Cirurgia e radioterapia são utilizados em casos isolados. O tratamento quimioterápico pode sofrer variações de acordo com o protocolo de cada instituição e classificação de risco da doença. As principais drogas utilizadas nos protocolos são: vincristina , daunorrubicina , ciclofosfamida , L-asparaginase, citarabina , etoposide , tioguanina , metotrexato , doxorrubicina  e rituximabe. Em alguns casos, realiza-se quimioterapia intratecal;

No aplicativo Nursebook, agora também em versão web, você encontra mais informações sobre esse grupo de tumores e informações importantes sobre a assistência de enfermagem a esses pacientes. Confira!

Autora:

Referências bibliográficas:

  • Instituto Nacional do Câncer (BR). Linfoma de Hodgkin – versão para Profissionais de Saúde. 2018. (Acessed on 08 Apr 2021). [Internet].
  • Hockenberry MJ, Wilson DW. Fundamentos de Enfermagem Pediátrica. 9th ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2014.
  • Melaragno R, Camargo B. Oncologia Pediátrica: Diagnóstico e Tratamento. São Paulo: Atheneu; 2013.
  • Filho VO, Cristofsni LM, Almeida MTA, et al. Doenças Neoplásicas da Criança e do Adolescente. Instituto da Criança Hospital de Clínicas. São Paulo: Manole; 2012.
  • Bonassa EMA, Gato MIR. Terapêutica Oncológica para Enfermeiros e Farmacêuticos. 4th ed. São Paulo: Atheneu; 2012.
  • Instituto Nacional do Câncer (BR). Ações de Enfermagem para Controle do Câncer: Uma Proposta de Integração Ensino Serviço. 3th ed. Rio de Janeiro: INCA; 2008.

 

 

 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar