Diabetes: SUS passa a oferecer tratamentos relacionados à doença

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Foi sancionada a lei que estabelece uma nova Polícia Nacional de Prevenção do Diabetes e de Assistência Integral à Pessoa Diabética no Brasil. A norma teve origem no Projeto de Lei 6754/13, aprovado pela Câmara dos Deputados em outubro. O Sistema Único de Saúde (SUS) a partir de agora é responsável pelo tratamento do diabetes e também pelos problemas causados pela enfermidade.

Os pacientes passam a ter direito às cirurgias, como a bariátrica, e remédios para o tratamento, como a insulina, gratuitamente.

De acordo com o texto, de autoria do senador Jorge Kajuru, do Partido Republicano Progressista (PRP), o governo federal vai realizar campanhas de conscientização.

A lei foi aprovada pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que vetou um ponto do texto que obrigava a disponibilização pelo SUS de exames com resultado imediato, como a glicemia capilar.

O general Hamilton Mourão considerou que esse ponto iria gerar uma despesa obrigatória ao Governo Federal sem indicar a fonte de custeio e o impacto orçamentário e financeiro da medida até 2021.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 16 milhões de brasileiros tenham diabetes. Ainda de acordo com a OMS, essa taxa cresceu 61% entre 2006 e 2016.

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Diretrizes da nova política sobre diabetes

A nova Polícia Nacional de Prevenção do Diabetes e de Assistência Integral à Pessoa Diabética incluirá a realização de campanhas de conscientização sobre a importância e a necessidade de medir regularmente e controlar os níveis glicêmicos.

Leia também: Estamos tendo menos diabetes ao longo dos últimos 30 anos?

Além disso, estão incluídas entre as diretrizes:

  • Ênfase nas ações coletivas e preventivas, na promoção da saúde e da qualidade de vida através de equipes multidisciplinaridades;
  • Desenvolvimento de instrumentos de informação, análise, avaliação e controle por parte dos serviços de saúde, abertos à participação da sociedade;
  • Apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico voltado para o controle do diabetes, dos problemas relacionados e de seus fatores determinantes;
  • Formação e a educação continuada de profissionais, pacientes, familiares e cuidadores, visando ao melhor controle da enfermidade e à prevenção de complicações.

Números da diabetes

Uma pesquisa nacional, realizada em 2016 pelo Ibope Inteligência, a pedido da Merck Brasil com o apoio da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), entrevistou diabéticos e cuidadores de convívio diário com pacientes de diabetes.

A pesquisa mostrou que:

  • 29% descobriram a enfermidade em algum exame de rotina ou durante o tratamento de outro problema;
  • 66% utilizam a consulta médica como forma de controle da doença;
  • Somente 39% consideram a alimentação saudável efetiva para o tratamento;
  • Para 92% dos entrevistados, a prática de atividades físicas aliada a uma alimentação saudável é de fundamental importância para o controle da diabetes. Entretanto, dois em cada três não praticam exercícios (64%);
  • 24% já interromperam o tratamento, no mínimo uma vez;
  • Admitem que manter uma alimentação saudável é a maior dificuldade dentro do tratamento;
  • Mais de 50% apresenta glicemia acima do normal.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autor:

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

3 comentários

  1. Dra. Telma Grendene

    Mas o tratamento para o DM2, incluindo a insulinoterapia, já era custeado pelo SUS! O que mudou, o tratamento dos problemas causados pelo DM2? Esse modelo paternalista é um problema, pois os pacientes já não seguem as orientações alimentares para o DM2, não se sentem responsáveis pela doença, e com essa nov lei, há um reforço disso. Deveria haver campanhas alertando que o fato dos DM2 continuarem a comer doces e carboidratos, o prognóstico da doença continuará piorando!

    • DIOGO DE ALMEIDA LIMA

      Concordo plenamente com a Dra. Telma.

    • Jonatas Gomes

      Concordo com a senhora Dra Telma, só que é muito difici a pessoa fazer a dieta a risco, ainda mais se for uma pessoa de poucos recursos, pois os itens da dieta não são tão acessíveis, tem que fazer um sacrifício enorme pra dar continuidade na dieta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar