Leia mais:
Leia mais:
Top 10 de outubro: Proteína C reativa, guidelines para sepse e muito mais! [infográfico]
CBMI 2021: o manejo da sepse por Covid-19 é diferente?
CBMI 2021: sepse na Covid-19 – quais particularidades e cuidados?
Check-up Semanal: updates sobre câncer de ovário, manejo da asma grave e mais! [podcast]
Revisão sistemática e meta-análise avaliam os critérios para sepse em pediatria

3 doenças com mais risco na pediatria

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica.

Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Você sabe quais são as doenças com mais risco na pediatria? Neste post do Blog do Whitebook, vamos abordar três: sepse, síndrome inflamatória multissistêmica e asma.

Veja a seguir as especificações de cada uma!

Pediatria: médica investiga se bebê tem alguma doença

Sepse

A sepse é um dos quadros mais comuns e mais graves da pediatria. As doenças infecciosas são muito comuns na área pediátrica e muitas crianças apresentam quadro de sepse e choque séptico de difícil identificação.

Devido à alta morbimortalidade, o diagnóstico deve ser rápido e eficaz, necessitando de exames complementares específicos, como gasometria arterial, lactato sérico e saturação venosa central de O2, e o tratamento deve ser instituído assim que possível.

No Whitebook, os conteúdos Sepse e Sepse Neonatal esclarecem as definições dos quadros, os exames complementares mais importantes e o tratamento específico para cada um deles. Todos atualizados de acordo com o último protocolo Surviving Sepsis, de 2020.

Acesse os conteúdos e saiba mais como eles podem ajudar no dia a dia. 😉

Leia também: Dia Mundial da Sepse em 2021 sob o olhar da pediatria

Síndrome inflamatória multissistêmica

A síndrome inflamatória multissistêmica é um quadro clínico reconhecido recentemente, junto com a pandemia de covid-19. Desconhecida por parte de profissionais de saúde, seu manejo ainda está em investigação. Estudos clínicos mais aprofundados também ainda são necessários para o melhor tratamento.

O quadro é grave e acomete crianças com covid aguda ou, de forma mais difícil de reconhecer, após algum tempo do quadro de covid. A suspeição clínica elevada é fundamental para que não haja perda de diagnóstico e melhora do prognóstico dos pacientes, visto que muitos casos graves de covid em criança são decorrentes dessa síndrome. O diagnóstico é baseado em critérios clínicos definidos e o tratamento é realizado a partir de suporte e da infusão da imunoglobulina humana associada à Aspirina.

No aplicativo médico número 1 do Brasil você encontra as principais características clínicas da doença, assim como os exames complementares necessários e o manejo do paciente, incluindo as indicações das medicações específicas. As revisões são realizadas frequentemente, com inclusão das novas evidências clínicas relacionadas ao quadro. Clique aqui e veja o conteúdo completo!

Ouça o podcast sobre o tema: Síndrome inflamatória multissistêmica: caso clínico

Asma

A asma brônquica é um quadro muito comum na faixa etária pediátrica e é uma das maiores causas de hospitalização e procura em serviços de emergência pediátrica. Se apresenta em um amplo espectro clínico, desde quadros mais leves até quadros potencialmente fatais. Em todos eles, existe indicação de tratamento e manejo específico, adequado para cada um.

“O diagnóstico pode ser difícil em crianças, principalmente nas pequenas, que são conhecidas como lactentes sibilantes. Além disso, muitos exames complementares utilizados para o diagnóstico não estão disponíveis nesses pacientes e cada faixa etária vai ter uma abordagem diagnóstica específica, dificultando a conduta para o médico”, explica a pediatra e conteudista do Whitebook, Dra. Dolores Silva, completando: “O tratamento da asma é dividido em tratamento intercrise e tratamento da crise aguda, sendo cada um deles com objetivos próprios”.

No Whitebook, você encontra o conteúdo relacionado à asma aguda e aos lactentes sibilantes, que inclui o tratamento sugerido pelo Global Initiative for Asthma (GINA), de 2021.

Para saber mais sobre asma e covid-19, escute o nosso podcast: Asma em criança: atenção em tempos de covid-19

Infográfico

No infográfico abaixo, você encontra três destaques para as doenças abordadas neste post. Aproveite! 🙂

E aí, o que achou do conteúdo? Conta para a gente nos comentários!

Coautora: Dra. Dolores Silva, pediatra pela UERJ.

Abraços,

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica.

Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.