Leia mais:
Leia mais:
Sono saudável diminui risco de arritmias
Prasugrel melhor que ticagrelor no infarto com angioplastia
Dicas de como manejar um infarto sem supra de ST
Amiloidose: Qual a classificação e conceitos básicos de diagnóstico?
Estudo sugere rotina de sono para as crianças

Dormir pouco ou muito pode prejudicar a saúde do coração

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A privação do sono já foi relacionada anteriormente com maior quantidade de eventos cardiovasculares. Por isso, é recomendado um comportamento do sono saudável pela American Heart Association. O provável mecanismo do aumento do risco de eventos cardiovasculares é o desencadeamento de estado inflamatório, induzido por curtos períodos de sono, corroborado por marcadores inflamatórios aumentados no sangue de pessoas que dorme por curtos períodos.

A privação do sono também pode estar envolvida na gênese de arritmias, ainda que isso não esteja bem estabelecido.

Saiba mais sobre os perigos da privação do sono:

Um estudo avaliou o sono de mais de 500 mil pessoas com idade entre 40 a 69 anos correlacionando com o risco de infarto agudo do miocárdio. Os pacientes foram identificados quando a quantidade de horas que dormiam por noite. Para os que dormiam pouco, foi definido um valor menor que 6 horas e, para os que dormiam muito, um valor maior que 9 horas por noite. O tempo médio de seguimento foi de 7 anos.

Os resultados mostraram que pacientes que dormiam pouco tinham um aumento do risco de infarto de 20% (RR: 1.20; 95% intervalo de confiança [IC]: 1.07 a 1.33) e, os que dormiam mais de 9 horas por noite tinham um risco aumentado em 34% (RR: 1.34; 95% IC: 1.13 a 1.58).

O estudo ainda concluiu que, com 1 hora a mais de sono, nas pessoas que dormiam pouco, seria capaz de reduzir esse risco de infarto em 20%.

Retirado do artigo: Daghlas I, Dashti HS, Lane J, et al. Sleep Duration and Myocardial Infarction. J Am Coll Cardiol 2019; 74:1304.

Portanto, devemos concluir que dormir tempo suficiente deve fazer parte das recomendações médicas para prevenção de infarto do miocárdio e doenças cardiovasculares. 

Autor: 

Referências:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar