Gabriel Quintino Lopes

Sou médico clínico geral e cardiologista, atualmente atuando na área de terapia intensiva, ambulatorial, assistência em enfermaria e coordenação médica. Trabalho no Hospitais Santa Casa em Barra Mansa e na Unidade Cardiointensiva do Hospital São Lucas em Copacabana.

ACC 2022: associação entre um elevado escore de cálcio e morte súbita

Estudo avaliou o escore de cálcio coronariano a fim relacionar a carga de cálcio em associação com morte súbita.

ACC 2022: estudo brasileiro testou nitroglicerina intra-arterial para evitar oclusão de artéria radial

O estudo brasileiro PATENS propôs comparar o uso da nitroglicerina intra-arterial com placebo para redução de oclusão da artéria radial.

ACC 2022: infarto com supra de ST – qual o impacto da revascularização completa na qualidade de vida?

Com os dados do COMPLETE trial favoráveis à revascularização completa, os pesquisadores avaliaram a qualidade de vida pós-revascularização.

O que 2021 trouxe em atualização para pacientes com insuficiência cardíaca

Veja os principais conceitos e mudanças sobre insuficiência cardíaca na cardiologia, durante o ano de 2021.

Caso clínico: Paciente apresenta episódio de hemiparesia braquio-crural esquerda

Paciente sem comorbidades conhecidas, eutrófico, IMC de 28, apresenta hemiparesia braquio-crural esquerda durante atividade laboral.

Fechamento do apêndice atrial: alternativa eficiente para pacientes com FA e alto risco de sangramento

A oclusão do apêndice atrial, seja percutânea, seja cirúrgica, mostrou sucesso semelhante as drogas anticoagulantes.

Caso clínico: Paciente vitima de projétil de arma de fogo com importante perda sanguínea

Paciente vitima de projétil de arma de fogo no abdome e coxa, com importante perda sanguínea, dá entrada no centro cirúrgico em choque.

Troca valvar pulmonar via transcateter: quais são os resultados a longo prazo?

Um estudo se propôs a avaliar os desfechos a médio e longo prazo em pacientes submetidos a troca valvar pulmonar transcateter.

Os melhores avanços em pesquisas nas doenças cardiovasculares e AVC pela AHA em 2021

Em 2021, avanços em doenças que afetam o sistema cardiovascular como a obesidade e a doença renal foram notáveis.

Descontinuar o uso de estatinas em idosos pode impactar nos desfechos clínicos?

Estudo resolveu testar a retirada de estatinas em pacientes com 75 anos ou mais e avaliar a ocorrência de eventos cardiovasculares maiores.