Leia mais:
Leia mais:
ACC 2022: infarto com supra de ST – qual o impacto da revascularização completa na qualidade de vida?
Qual método de revascularização escolher no paciente diabético?
Revascularização com Artéria Torácica Interna: comparação entre enxertos Uni e Bilaterais

ACC 2022: infarto com supra de ST – qual o impacto da revascularização completa na qualidade de vida?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O estudo COMPLETE, apresentado em 2019, foi desenhado para avaliar a revascularização completa comparada com a revascularização apenas do vaso culpado no infarto agudo do miocárdio com supradesnível de ST (IAM com SST) em pacientes com doença multivascular.

Tratou-se de um ensaio clínico randomizado, com 4.041 pacientes (2016 no grupo da revascularização completa e 2025 no tratamento da lesão culpada). Os pacientes que trataram inicialmente a lesão culpada fariam a revascularização em momentos diferentes após a alta.

O seguimento médio foi de 3 anos, com uma média de idade dos pacientes de 62 anos. Erma mulheres 19% dos pacientes e a mesma porcentagem era portadora de diabetes. Os resultados, na ocasião, foram favoráveis a revascularização completa com redução de eventos cardiovasculares maiores.

Agora, no congresso do American College of Cardiology (ACC 2022), foram expostos os resultados da avaliação da qualidade de vida através do Seattle Angina Questionaire.

paciente com infarto com supra e qualidade de vida pós-revascularização

Qualidade de vida pós-revascularização

Os pacientes que foram submetidos a revascularização completa apresentaram uma mudança em três anos de 9,8 pontos no questionário em relação 9,6 dos pacientes que trataram apenas a lesão culpada, o que demonstrou um benefício significativo (p= 0,003) no grupo que tratou todas as lesões. Entretanto é importante ressaltar que esse resultado só foi significativo naqueles em que a lesão culpada era ≥ 80%.

Além disso a porcentagem de angina residual ao final do estudo foi de 12,5% nos pacientes com revascularização completa com 15,7% no grupo que tratou apenas a lesão culpada (p=0,013).

Por fim, a revascularização completa no IAM com SST mostrou não só apenas redução da morte cardiovascular ou infartos, mas também uma melhora da qualidade de vida percebida pelo doente.

Estamos acompanhando o congresso americano de cardiologia. Fique ligado no Portal PEBMED e em nosso Twitter e Instagram.

Mais do ACC 2022:

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
#Presented by Dr. Shamir R. Mehta at the American College of Cardiology Annual Scientific Session (ACC 2022), Washington, DC, April 2, 2022. #Wood DA, Cairns JA, Wang J, et al., on behalf of the COMPLETE Investigators. Timing of Staged Nonculprit Artery Revascularization in Patients With ST-Segment Elevation Myocardial Infarction: COMPLETE Trial. J Am Coll Cardiol 2019;74:2713-23.
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.