Leia mais:
Leia mais:
O uso de estatinas está associado à progressão do diabetes?
Como identificar 16 doenças que se manifestam pela boca
Pesquisa indica que brasileiros com diabetes reduziram o controle da doença na pandemia
Quiz: Agricultor apresentando deformidade nos dedos das mãos que dificultam o trabalho. Qual o diagnóstico?
Recomendações pré-concepcionais para paciente com diabetes (tipo 1 ou 2) da ADA

Eficácia do pâncreas artificial para o tratamento de diabetes tipo 1.

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O uso do pâncreas artificial para o tratamento de diabetes tipo 1 tem sido visto como um grande avanço para aqueles que sofrem com essa doença. A Universidade de Cambridge realizou uma pesquisa que teve como objetivo avaliar a eficácia e segurança do tratamento do pâncreas artificial em pacientes ambulatoriais não grávidas que possuem a doença.

Critérios de elegibilidade para a seleção de estudos

Foram realizados ensaios clínicos randomizados em pacientes ambulatoriais não grávidas com diabetes tipo 1 que fizeram uma comparação entre o uso do sistema de pâncreas artificial com qualquer tipo de tratamento baseado em insulina.

Uso de células ß artificiais para o tratamento do diabetes tipo 1

O desfecho primário foi a proporção (%) de tempo em que o nível de sensor de glicose estava dentro da faixa quase normoglicêmica (3,9-10 mmol / L). Os desfechos secundários incluíram a proporção (%) de tempo em que o nível de sensor de glicose foi superior a 10 mmol / L ou abaixo de 3,9 mmol / L, baixo índice glicêmico durante a noite, nível médio de sensor de glicose, necessidade diária total de insulina e hemoglobina glicada. A ferramenta Cochrane Collaboration Risk of Bias foi usada para avaliar a qualidade do estudo.

Resultados

Foram realizados 40 estudos, com 1027 participantes (com dados para 44 comparações) na meta-análise. Destes, 35 comparações avaliaram um sistema de pâncreas artificial de hormônio único, enquanto nove comparações avaliaram um sistema de hormônio duplo. Apenas nove estudos apresentaram baixo risco de viés.

A proporção de tempo na faixa quase normoglicêmica (3,9-10,0 mmol / L) foi significativamente maior com uso de pâncreas artificial, ambos durante a noite (diferença média ponderada 15,15%, intervalo de confiança de 95% 12,21% a 18,09%) e durante um período de 24 horas ( 9,62%, 7,54% a 11,7%). Os sistemas artificiais de pâncreas tiveram um efeito favorável na proporção de tempo com o nível de glicose do sensor acima de 10 mmol / L (-8,52%, -11,14% para -5,9%) ou abaixo de 3,9 mmol / L (-1,49%, -1,86% para 1,11%) ao longo de 24 horas, em comparação com o tratamento de controle.

Bateu uma dúvida? O Whitebook refresca sua memória com conteúdos atualizados. Baixe aqui o nosso app.

A força dos achados para o desfecho primário foi verificada em análises de sensibilidade, incluindo apenas ensaios com baixo risco de viés (11,64%, 9,1% a 14,18%) ou estudos em condições normais de vida não supervisionadas (10,42%, 8,63% a 12,2%) . Os resultados foram consistentes em uma análise de subgrupo tanto para sistemas de pâncreas artificiais de hormônio único quanto de hormônio duplo.

Conclusão

O estudo chegou a conclusão de que os sistemas artificiais de pâncreas são uma abordagem eficaz e segura para tratar pacientes ambulatoriais com diabetes tipo 1. Inconsistência no relato de resultados, o pequeno tamanho da amostra e a curta duração de acompanhamento dos estudos individuais foram algumas das limitações da pesquisa.

Referência:

Bekiari EleniKitsios KonstantinosThabit HoodTauschmann MartinAthanasiadou EleniKaragiannis Thomas et al. Artificial pancreas treatment for outpatients with type 1 diabetes: systematic review and meta-analysis 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar