Leia mais:
Leia mais:
Hipotermia terapêutica para casos de encefalopatia com sepse neonatal
Check-up Semanal: Sintomas vasomotores na menopausa e mais! [podcast]
O que sabemos até agora sobre as manifestações neurológicas da Covid-19?
Encefalopatia e Covid-19: dois relatos de caso
Encefalopatia de Hashimoto: fatos e mitos

Encefalopatia hepática encoberta: o que é?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A encefalopatia hepática é uma alteração metabólica e reversível de déficit cognitivo ou alteração de consciência, capaz de causar queda na qualidade de vida e acidentes. Pode ser causada por insuficiência hepática ou shunts porto-sistêmico.  

A encefalopatia hepática encoberta não tem a manifestação clínica exuberante, como ocorre a partir do grau II dos critérios de West Haven.  A encefalopatia hepática encoberta se divide em mínima e grau I de West Haven. A suspeição clínica deverá ser elevada para questionar ao paciente sobre déficit de atenção e inversão do ciclo sono-vigília. 

Na encefalopatia mínima não há clínica evidente, mas sim alteração em testes psicométricos e neurofisiológicos, sem a evidência de estado mental clinicamente alterado. São indicados testes psicométricos e neuropsicológicos, mas não há ainda critérios universais para seu diagnóstico ser estabelecido.  

A encefalopatia grau I se caracteriza por déficit de atenção, euforia ou ansiedade, dificuldades com operações de adição e subtração. O paciente, apesar de orientado no tempo e no espaço, flutua decaimento cognitivo e comportamental sendo subjetivos e não reprodutíveis os achados clínicos.

encefalopatia hepática

Diagnóstico

Pesquisas avançam na busca de critérios diagnósticos sensíveis e de fácil aplicabilidade para documentar a encelalopatia hepática encoberta. Atualmente são indicados testes que acessem ao menos dois domínios cognitivos. Os testes de avaliação neurocognitivos indicados para pesquisa de encefalopatia encoberta mais aplicados na Europa compõem a bateria PPEH (Pontuação Psicométrica da Encefalopatia Hepática). Os cinco testes avaliados para escore de pontuação PPEH incluem:  

  • Teste de conexão numérica A
  • Teste de conexão numérica B
  • Teste do código 
  • Serial Dotting Test (SDT)
  • Line Drawing Test (LDT)

O teste do código consiste em preencher quadrados vazios, com símbolos associados a números de 1 a 9. No Serial Dotting Test (SDT) é pedido aos sujeitos que, numa folha com 10 filas de 10 círculos cada, coloquem no menor tempo possível, um ponto no interior de cada círculo. O Line Drawing Test (LDT), é um teste de velocidade e acuidade motora que avalia o desenho de uma linha contínua entre duas linhas, sendo contado como um erro cada toque ou passagem dos limites ao longo do percurso. A pontuação obtida resulta da soma do tempo dispendido (em segundos) na realização da prova com o número de erros.  

Outros testes indicados são: teste Stroop, teste Scan, teste de tempo reação continua, teste de frequência crítica de cintilação (FCC – Critical Flicker Frequency), teste de Tempo de Reação Contínua (TRC), teste de Controlo Inibitório (TCI), teste SCAN  

O exame por eletroencefalografia pode detectar mudanças na atividade cerebral cortical mas é inespecífico e pode ser influenciado por perturbações metabólicas.

Leia também: Diagnóstico e manejo da encefalopatia de Hashimoto

Considerações

No momento a melhor forma de detectar a encefalopatia encoberta e por alta suspeição aliada ao escore da bateria PPEH que apresenta uma especificidade de 97,5% e uma sensibilidade de 100%. O PPEH tem facilidade e rapidez de aplicação (aproximadamente 10 minutos), e estes fatores permitem considerar como um meio de eleição no diagnóstico da encefalopatia hepática encoberta.

Referências bibliográficas:

  • Encefalopatia hepática na doença hepática crônica: 2014 Norma de Orientação da Associação Europeia para o Estudo do Fígado e Associação Americana para o Estudo de Doenças do Fígado. J Hepatol (2014), http://dx.doi.org/10.1016/j.jhep.2014.05.042
  • Pinho, M; Cerqueira, R;  Peixoto, B.  PONTUAÇÃO PSICOMÉTRICA DA ENCEFALOPATIA HEPÁTICA Dados da Normalização para a População Portuguesa. Acta Med Port 2011; 24(S2): 319-326 
  • Córdoba J, Mur RE. Encefalopatía hepática [Hepatic encephalopathy]. Gastroenterol Hepatol. 2014 Jul;37 Suppl 2:74-80. Spanish. doi: 10.1016/S0210-5705(14)70073-1. PMID: 25087716. 

 

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.