Leia mais:
Leia mais:
Doenças mentais pós-pandemia: o que podemos fazer enquanto enfermeiros?
Entrevista com especialista: suicídio na pandemia
Podcast Integrado: prevenção ao Suicídio: como detectar fatores de risco? [podcast]
Quiz sobre depressão
Pandemia aumenta casos de ansiedade, depressão e estresse. O que podemos fazer?

Escetamina: Novo medicamento intranasal para depressão é aprovado no Brasil

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Em 2019, noticiamos aqui no portal sobre a aprovação pelo Food and Drugs Administration (FDA) dos EUA de um novo antidepressivo intranasal, a escetamina. Nesta terça-feira (3), a droga foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso contra depressão resistente a tratamentos tradicionais e para pessoas com transtorno depressivo maior que tenham tendências suicidas. O spray deve ser administrado em conjunto com outro antidepressivo oral.

Assim como foi orientado pelo FDA, o novo medicamento, deverá ser administrado exclusivamente em um hospital ou uma clínica especializada e na presença de um profissional da saúde. Isso se deve ao risco de sérios efeitos adversos resultantes da sedação e dissociação, além do potencial de abuso e uso indevido da droga.

Segundo a farmacêutica Janssen da Johnson & Johnson, o spray nasal começa a fazer efeito em poucas horas, o que é um fator fundamental para pacientes com intenções suicidas. Os antidepressivos comuns necessitam de cerca de um mês de tratamento para apresentar efeito.

Leia também: Depressão após a síndrome coronariana aguda

mão de menina segurando escetamina, medicamento intranasal

Quais as evidêncais científicas a respeito da escetamina?

A eficácia da escetamina (Spravato) foi avaliada em três ensaios clínicos de curta duração (quatro semanas) e um ensaio de manutenção do efeito a longo prazo. Nos três estudos de curto prazo, os pacientes foram randomizados para receber Spravato ou um spray nasal com placebo. Para saber mais sobre os estudos, acesse o nosso texto sobre o assunto.

Mensagem prática

O spray intranasal escetamina foi aprovado pela Anvisa e surge como opção para tratamento de casos de depressão resistente. O medicamento só deve ser administrado com supervisão de profissionais de saúde.

Autora:

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.