Estudo avalia os diagnósticos diferenciais da mielite transversa idiopática

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A mielite transversa idiopática é uma mielopatia inflamatória de etiologia indeterminada e seu diagnóstico preciso pode ser bastante desafiador. Pesquisadores da Mayo Clinic analisaram pacientes com suspeita de mielite transversa para observar se os diagnósticos foram feitos corretamente.

Entre 2010 e 2015, 226 pacientes adultos (18 anos ou mais) foram encaminhados para a Mayo Clinic Neurology por suspeita de mielite transversa. Nos registros médicos, foram revisados a apresentação clínica detalhada, investigações laboratoriais e eletrofisiológicas e exames de neuroimagem para determinar a etiologia. Foram aplicados os critérios de diagnóstico atuais.

Os critérios de diagnóstico para mielite transversa foram atendidos em 41 dos 226 pacientes (18,1%). Em 158 pacientes (69,9%), foi realizado um diagnóstico alternativo específico de mielopatia: esclerose múltipla ou síndrome clinicamente isolada, 75; mielopatia vascular, 41; neurossarcoidose, 12; neuromielite óptica 12; mielopatia de glicoproteína de oligodendrócitos da mielina, 5; neoplásico, 4; compressivo, 3; nutricional, 3; infeccioso, 2; e outros, 2.

A mielopatia não foi confirmada em 27 pacientes. O tempo desde o início dos sintomas até o diagnóstico clínico final em pacientes sem mielite transversa foi uma mediana de 9 meses. Cinquenta e cinco pacientes (24%) necessitaram de alterações no tratamento de acordo com seu diagnóstico clínico final.

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que a maioria dos pacientes com suspeita de mielite transversa idiopática possui um diagnóstico alternativo de mielopatia.

Leia também: ‘O que você tem a ver com a neuromielite óptica?’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar