Página Principal > Infectologia > Estudo identifica associação entre paralisia de Bell e a vacina meningocócica

Estudo identifica associação entre paralisia de Bell e a vacina meningocócica

Esse ano, o Ministério da Saúde liberou a vacina conjugada meningocócica C para adolescentes de 12 a 13 anos. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos crianças e adolescentes com 9 anos até 13 anos. Um novo artigo avaliou sua segurança.

O estudo avaliou pessoas que receberam a vacina conjugada meningocócica quadrivalente durante o período de 30 de setembro de 2011 a 30 de junho de 2013, totalizando quase 50 mil indivíduos.

Foram identificados 26 eventos pré-especificados de interesse, incluindo neurológicos, reumatológicos, hematológicos, endócrinos, renais, pediátricos e infecciosos, através de registros eletrônicos de saúde um ano após a vacinação.

Veja também: ‘MS anuncia ampliação da vacina contra o HPV; veja quem pode ser imunizado’

Não foram observados casos de risco para 14 de 26 eventos. A incidência relativa para a paralisia de Bell, um evento revisado pelo comitê de revisão de caso, foi estatisticamente significativo (IR ajustado: 2,9; IC 95% = 1,1-7,5). As análises estratificadas demonstraram um risco aumentado de paralisia de Bell em indivíduos que receberam vacinas concomitantes (IR = 5,0, IC 95% = 1,4-17,8) e nenhum risco aumentado para aqueles sem vacina concomitante (IR = 1,1, IC 95% = 0,2-5,5).

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Pelos resultados, foi possível identificar uma associação temporal entre a ocorrência de paralisia de Bell e o recebimento da vacina conjugada meningocócica quadrivalente concomitantemente com outras vacinas. Mais estudos precisam ser realizados para confirmar essa relação.

Referências:

  • Safety of Quadrivalent Meningococcal Conjugate Vaccine in 11- to 21-Year-Olds. Tseng H Sy L Ackerson B Hechter R Tartof S et. al. Pediatrics, 2017 vol: 139 (1).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.