Página Principal > Dermatologia > Exposição à radiação ultravioleta: como aconselhar seu paciente?
sol

Exposição à radiação ultravioleta: como aconselhar seu paciente?

Tempo de leitura: 1 minuto.

Todos os anos são diagnosticados cerca de 1 milhão de cânceres de pele, sendo o melanoma cada vez mais incidente. Por isso, é fundamental que os profissionais de saúde aconselhe seu paciente sobre como se prevenir. Quais são as recomendações mais importantes? A U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF) atualizou seu guideline e o documento reforça condutas essenciais:

  • Médicos devem aconselhar jovens adultos, adolescentes e pais de crianças com alto risco de câncer de pele (pele pálida, cabelos e olhos claros, ou sardas ou que queimam com facilidade) a limitar a exposição à radiação UV, através do uso apropriado de filtro solar (FPS 15 ou superior*), chapéus e óculos escuros; e evitando a exposição ao sol e camas de bronzeamento indoor.
  • Para adultos com mais de 24 anos e fatores de risco para câncer de pele (incluindo história familiar, HIV, presença de muitos nevos), médicos podem considerar aconselhamento seletivo sobre exposição aos raios UV.

A USPSTF informa ainda que as evidências que apoiam o autoexame de pele ainda são insuficientes.

*Vale lembrar que a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda FPS 30 ou superior.

Você sabe identificar todos os tipos de câncer de pele?

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • US Preventive Services Task Force. Behavioral counseling to prevent skin cancer: US Preventive Services Task Force recommendation statement. JAMA 2018 Mar 20; 319:1134 || https://doi.org/10.1001/jama.2018.1623

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.