Ginecologia e Obstetrícia

Fatores de risco para prolapso primário de órgão pélvico e recorrência de prolapso

Tempo de leitura: 2 min.

O prolapso de órgãos pélvicos (POP) é ​​uma condição ginecológica que apesar de não ser uma doença com risco de vida, tem um impacto importante na qualidade de vida. Estudos mostram que as mulheres até os 80 anos têm um risco de 12,6% de serem submetidas a correção cirúrgica do POP, mostrando o impacto na saúde das mulheres e, também, o impacto financeiro no sistema de saúde. Com o aumento geral da expectativa de vida, estima-se que o número de mulheres que procurem atendimento e cirurgias aumentará tremendamente nos próximos 20 a 40 anos, exigindo foco em estratégias preventivas.

Leia também: Vaginite: existe diferença entre o diagnóstico clínico para a avaliação laboratorial da secreção vaginal?

Estudo recente

Em abril de 2022 foi publicado um artigo no American Journal of Obstetrics and Gynecology com o objetivo de atualizar uma revisão sistemática publicada anteriormente e realizar uma meta-análise sobre os fatores de risco para prolapso primário de órgãos pélvicos e recorrência de prolapso. O artigo é um ensaio controlado e randomizado, um estudo transversal e de coorte realizado em países desenvolvidos ocidentais que relataram análise multivariada de fatores de risco para prolapso primário ou recorrência de prolapso. A definição de prolapso foi baseada em referências anatômicas e a recorrência do prolapso foi definida como recidiva anatômica após reparo de tecido nativo.

Achados

Combinado com os novos resultados com os da revisão anterior, 27 estudos preencheram os critérios de inclusão representando dados de 47.429 mulheres. As meta-análises mostraram que o peso ao nascer (n=3, OR1,04, IC 95% 1,02-1,06), idade (n=3, OR1,34, IC 95% 1,23-1,47), IMC (n=2, OR1,75, IC 95% 1,17-2,62) e defeito do elevador do ânus (n=2, OR3,99, IC 95% 2,57-6,18) são fatores de risco estatisticamente significativos e parto cesáreo (n=2, OR0,08 agrupado, IC 95% 0,03-0,20) e tabagismo (n=3, OR0,59, IC 95% 71 0,46-0,75) são fatores protetores para o prolapso primário. Paridade, parto vaginal e elevador do ânus são identificados como “fatores de risco confirmados”. Para a recorrência de prolapso, o estágio do prolapso pré-operatório (n=5, OR2,68, IC 95% 1,93-3,73) e a idade (n=2, OR3,48, IC 95% 1,99-6,08) são fatores de risco estatisticamente significativos.

Saiba mais: Novas evidências: Laser fracionado de CO2 para tratamento de atrofia vaginal

A importância deste resultado consiste na atualização das orientações que são necessárias às nossas pacientes, afinal, POP é uma patologia extremamente prevalente e com alto impacto na qualidade de vida e no sistema de saúde.

Compartilhar
Publicado por
Letícia Suzano Lelis Bellusci
Tags: prolapso

Posts recentes

Associação da vacinação contra COVID-19 durante a gravidez com incidência de infecção por SARS-CoV-2 em lactentes

A vacinação contra covid-19 em grávidas pode diminuir as chances de manifestação da doença em…

1 minuto atrás

Estudo associa placenta lateral com parto pré-termo e cesariana

O risco de hipofluxo placentário parece ser mais frequente em casos de placenta lateral, podendo…

1 hora atrás

WONCA 2022: veja a cobertura completa do congresso internacional de medicina de família

A conferência europeia da Organização Mundial de Médicos de Família (WONCA 2022) acontece em Londres…

2 horas atrás

Síndrome de Ramsay Hunt: o que preciso saber?

Em 1907, James Ramsay Hunt descreveu diversos casos médicos que hoje configuram a Síndrome de…

2 horas atrás

É possível a redução e suspensão dos anti-TNF em pacientes com espondiloartrites e artrite psoriásica?

O uso de anti-TNF está relacionado ao aumento no risco de infecções e reações, além…

3 horas atrás

WONCA 2022: 7 valores centrais sobre o que é exercer medicina de família

O segundo dia do WONCA 2022 teve um marco histórico para a construção da identidade…

4 horas atrás