Página Principal > Infectologia > Hepatite B: nova diretriz para vacinação e rastreio do vírus
virus hepatite b

Hepatite B: nova diretriz para vacinação e rastreio do vírus

Tempo de leitura: 2 minutos.

Como já se sabe, vacinação e screening podem reduzir o peso da infecção crônica pelo vírus da hepatite B (VHB). O American College of Physicians (ACP) e o Centers for Disease Control and Prevention (CDC) desenvolveram uma nova diretriz com recomendações para hepatite B. Os keypoints são:

1) Devem receber a vacina:

  • Todos os adultos não vacinados (incluindo mulheres grávidas) em risco de infecção devido à exposição sexual, percutânea ou mucosa;
  • Trabalhadores de saúde e segurança pública em risco de exposição;
  • Adultos com doença hepática crônica, doença renal terminal (incluindo pacientes em hemodiálise) ou infecção por HIV;
  • Viajantes para as regiões endêmicas;
  • Adultos que procuram proteção contra a infecção.

2) O rastreamento (antígeno de superfície da hepatite B, anticorpos contra o antígeno de superfície da hepatite B e anticorpos contra o antígeno central da hepatite B) para o VHB deve ser realizado em pacientes de alto risco, incluindo:

  • Pessoas nascidas em países com prevalência de VHB igual ou superior a 2%;
  • Homens que têm relação sexual com homens;
  • Usuários de drogas;
  • HIV positivos;
  • Indivíduos que têm contatos domésticos e sexuais com pessoas infectadas com VHB;
  • Pessoas que necessitam de terapia imunossupressora;
  • Pacientes com doença renal terminal (incluindo aqueles em hemodiálise);
  • Doadores de sangue e tecido;
  • Pessoas infectadas com o vírus da hepatite C;
  • Indivíduos com níveis elevados de alanina aminotransferase (≥19 UI/L para mulheres e ≥ 30 UI/L para homens);
  • Prisioneiros;
  • Mulheres grávidas e bebês nascidos de mães infectadas com o VHB.

3) Médicos devem fornecer ou indicar um especialista que forneça a todos os pacientes identificados com VHB aconselhamento pós-exames e cuidados dirigidos contra a hepatite B.

Veja também: ‘Recém-nascidos devem receber vacina contra hepatite B nas primeiras 24 horas de vida’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Abara WE et al. Hepatitis B vaccination, screening, and linkage to care: Best practice advice from the American College of Physicians and the Centers for Disease Control and Prevention. Ann Intern Med 2017 Dec 5; 167:794 | http://dx.doi.org/10.7326/M17-1106

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.