Página Principal > Cardiologia > Hidroquinidina no tratamento da síndrome do QT curto
ECG com estetoscopio

Hidroquinidina no tratamento da síndrome do QT curto

Tempo de leitura: 2 minutos.

A hidroquinidina prolonga o intervalo QT em pacientes com síndrome do QT curto, no entanto ainda não se sabe se esse antiarrítmico também reduz o risco de eventos cardíacos graves. Um novo artigo do Journal of the American College of Cardiology (JACC) investigou essa questão.

Para esse estudo de coorte em pacientes com síndrome do QT curto, os autores realizaram duas análises:

  1. Ocorrência de eventos arrítmicos com risco de vida (parada cardíaca ou morte súbita) em 17 pacientes que receberam hidroquinidina a longo prazo.
  2. Comparação da incidência anual de eventos arrítmicos com ou sem o uso de hidroquinidina em 16 pacientes que sobreviveram a uma parada cardíaca.

Resultados da análise 1:

Dezessete pacientes (82% do sexo masculino; idade: 29 ± 3 anos; QTc antes do tratamento: 331 ± 3 ms) receberam hidroquinidina (584 ± 53 mg/dia). A terapia foi interrompida em dois casos (12%) devido à intolerância gastrointestinal e 15 pacientes continuaram o tratamento por 6 ± 1 ano. O prolongamento do intervalo QTc foi observado em todos os pacientes (60 ± 6 ms; p <0,001).

Resultados da análise 2:

A ocorrência de eventos arrítmicos com risco de vida foi comparada durante 6 ± 1 anos antes e depois da hidroquinidina. Os pacientes que receberam hidroquinidina experimentaram uma redução na taxa de eventos arrítmicos de 40% para 0% (p = 0,03) e o número de eventos por paciente foi de 0,73 ± 0,3 para 0 (p = 0,026). Além disso, a taxa anual de eventos arrítmicos nos 16 pacientes com parada cardíaca prévia caiu de 12% antes da hidroquinidina para 0 durante a terapia (p = 0,028).

Para os autores, esses achados demonstram que o tratamento com hidroquinidina está associado a uma menor incidência de eventos cardíacos graves em pacientes com síndrome do QT curto.

Leia também: ‘5 dicas sobre arritmias que todo médico deveria saber’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Hydroquinidine Prevents Life-Threatening Arrhythmic Events in Patients With Short QT Syndrome. Andrea Mazzanti, Riccardo Maragna, Gaetano Vacanti, Anna Kostopoulou, Maira Marino, Nicola Monteforte, Raffaella Bloise, Katherine Underwood, Valentina Tibollo, Eleonora Pagan, Carlo Napolitano, Riccardo Bellazzi, Vincenzo Bagnardi, Silvia G. Priori. Journal of the American College of Cardiology Dec 2017, 70 (24) 3010-3015; DOI: 10.1016/j.jacc.2017.10.025

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.