Imunização contra a Covid-19: Ministério da Saúde inclui pacientes HIV como prioritários

O Ministério da Saúde decidiu incluir indivíduos entre 18 e 59 anos vivendo com HIV no grupo prioritário para imunização contra a Covid-19.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Setenta dias após o início oficial da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil, o Ministério da Saúde decidiu incluir indivíduos entre 18 e 59 anos vivendo com HIV no grupo prioritário para imunização. A recomendação publicada no final de janeiro dizia que apenas pessoas com HIV e CD4 menor 350 teriam prioridade na imunização.

Na época, representantes do movimento Aids, ouvidos pela Agência Aids, comemoraram a decisão do Ministério da Saúde, mas disseram que sem exame de contagem de CD4 era impossível saber se o indivíduo era prioritário para a imunização.

Leia também: Resposta às vacinas contra Covid-19 em mulheres gestantes e lactantes

O presidente da ONG Amigos da Vida, Cristiano Ramos, que atua na proteção de pessoas com HIV, avaliou que essa inclusão é um avanço importante, em entrevista à Agência Brasil.

mão de técnico segurando vacina de imunização contra a covid-19

Imunização contra a Covid-19

Segundo a nota técnica, a indicação é vacinar as pessoas com HIV após encerrar a imunização de pessoas de 60 a 64 anos, uma vez que esse perfil está inserido no grupo de comorbidades, junto com outras doenças como hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares. A nota não informa, contudo, quantas pessoas devem entrar neste grupo.

“Considerando as novas evidências científicas publicadas sobre o risco de desfechos negativos da Covid-19 em PVHIV, faz-se necessário atualizar as recomendações visando incluir todos os indivíduos vivendo com HIV entre 18 e 59 anos de idade no grupo de comorbidades para a priorização da vacinação contra a Covid-19, visando reduzir o impacto da pandemia nesse grupo, especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito, e respeitar o conceito de equidade do Sistema Único de Saúde (SUS)”, diz um dos trechos da nota técnica.

Ouça: Covid-19: saiba tudo sobre as vacinas [podcast]

A nota ainda lembra que as pessoas que vivem com HIV e têm 60 anos ou mais serão vacinadas junto com os grupos dessa faixa etária. E informa que a contraindicação da vacina para esse público segue os mesmos critérios da população geral: “hipersensibilidade ao princípio ativo ou qualquer dos excipientes da vacina; para aquelas pessoas que apresentaram uma reação anafilática confirmada a uma dose anterior a da mesma vacina Covid-19”.

A orientação da nota técnica já está em vigor e será publicada neste início de abril, na sexta edição do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Plano Nacional de Imunização

Confira a ordem dos grupos prioritários, segundo o PNI:

  • Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas;
  • Pessoas com deficiência institucionalizadas;
  • Povos indígenas vivendo em terras indígenas;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Pessoas de 75 anos ou mais;
  • Povos e comunidades tradicionais ribeirinhas;
  • Povos e comunidades tradicionais quilombolas;
  • Pessoas de 60 a 74 anos;
  • Pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente grave;
  • Pessoas em situação de rua;
  • População privada de liberdade;
  • Funcionário do sistema de privação de liberdade;
  • Trabalhadores de educação;
  • Forças de segurança, salvamento e Forças Armadas;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros;
  • Trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário;
  • Trabalhadores de transporte aéreo;
  • Trabalhadores de transporte de aquaviário;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores portuários;
  • Trabalhadores industriais.

Veja mais: Anunciada a Butanvac, primeira vacina brasileira que pode começar a ser distribuída em julho

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão