Página Principal > Cardiologia > Jovens com diabetes estão em maior risco de morte súbita
homem com as duas mãos sobre o peito com dor

Jovens com diabetes estão em maior risco de morte súbita

Tempo de leitura: 1 minuto.

Em novo estudo apresentado no congresso da American Heart Association, pesquisadores examinaram todas as mortes súbitas cardiovasculares e por todas as causas em crianças e adultos jovens com diabetes tipos 1 e 2.

A população do estudo consistiu de todas as pessoas na Dinamarca com idades entre 1 e 35 entre 2000 e 2009, e 36 a 49 anos entre 2007 e 2009, o que representou um total de 27,1 milhões de pessoas-anos. Todos os 14.294 óbitos no período de 10 anos foram incluídos e a causa da morte foi estabelecida com base em informações de atestados e relatórios de autópsia.

Entre os 14.294 indivíduos que faleceram nesse período, 669 (5%) tinham diabetes, dos quais 471 (70%) tinham tipo 1 e 198 (30%) tipo 2. Os participantes com diabetes tiveram uma taxa de mortalidade por todas as causas de 235 por 100 mil pessoas por ano, comparado a 51 entre pessoas sem a doença (taxa de mortalidade = 5; IC de 95%: 4 a 5; p <0,001).

A principal causa de morte entre indivíduos com diabetes foi doença cardíaca (n = 230; 34%), e 118 (17%) sofreram morte súbita (p <0,001). As causas mais comuns de morte súbita foram doença arterial coronariana (n = 18; 47%) e arritmia (n = 10; 26%).

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que crianças e jovens adultos com diabetes apresentaram 5 vezes mais chance de morte por todas as causas e um risco 7 vezes maior de morte súbita, em comparação com controles sem a doença.

Veja também: ‘Insulina inalatória em aprovação na ANVISA e insulina oral: novidades no tratamento do diabetes’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Um comentário

  1. Berta Calulo

    Gostaríamos de ter o material de educação comunitária para prevenir tais situações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.