Leia mais:
Leia mais:
Uso de drogas: início precoce acelera o desenvolvimento de transtornos?
Check-up Semanal: maconha na gestação e autismo, cetamina em pediatria e mais! [podcast]
Consumo de maconha na gestação e o risco de autismo em crianças
Uso de maconha entre adolescentes na era do vape, nos EUA
Cannabis pode estar ligada a derrames e distúrbios do ritmo cardíaco

Legalização da maconha nos EUA e aconselhamento de pais e adolescentes

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A Academia Americana de Pediatria (AAP) lançou no mês de março algumas recomendações a respeito do aconselhamento de pais e adolescentes sobre o uso recreacional e medicinal da maconha. Há pouco tempo, alguns estados norte-americanos modificaram suas políticas de legalidade da droga, modificando assim o acesso e a disponibilidade dela para o público geral. Esse contexto gera preocupação das sociedades de pediatria quanto aos possíveis efeitos colaterais do uso da maconha em crianças e adolescentes, além de outros efeitos indesejados através da exposição das crianças e adolescentes pelo uso por seus cuidadores.

Embora a legalização da maconha recreacional tenha sido estipulada para acima de 21 anos de idade, a AAP apresenta preocupações com a indevida exposição dos adolescentes à droga. Além disso, a legalização pode afetar o uso entre o público adolescente pela redução da percepção do risco com o uso da droga, ou através da publicidade da droga legalizada, que embora voltada para o público mais velho, pode atingir pessoas de menor idade.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Os efeitos colaterais do uso da maconha em crianças e adolescentes são bem documentados pela literatura. Dentre eles, podemos citar: prejuízo na memória de curto prazo, na atenção, na concentração e nas habilidades de resolução de problemas; alterações no controle motor, coordenação, julgamento e tempo de reação; alterações pulmonares relacionadas ao fumo da maconha; e desencadeamento de transtornos psiquiátricos, como psicose e depressão.

A AAP vê o pediatra como componente fundamental para reduzir a percepção que o adolescente tem da maconha como benigna, bem como para orientação de pais que fazem uso recreacional da maconha, alertando-os das possíveis consequências negativas para seus filhos (ingestão, fumo passivo).

Mais da autora: ‘Controle glicêmico rigoroso em UTI em pacientes pediátricos graves é benéfico?’

Dessa forma, a AAP sugere:

  • Realização de rastreio rotineiro do uso da maconha em pré-adolescentes e adolescentes.
  • Estratégias de motivação para aqueles adolescentes que não fazem uso da droga para que permaneçam nessa situação.
  • Estratégias para aqueles que fazem uso rotineiro da droga parem o consumo, ou ao menos consigam reduzi-lo.
  • Estratégias de proteção para aqueles que fazem uso da droga, como orientações sobre o perigo de condução de veículos sob efeito da droga.
  • Orientação dos pais sobre os perigos da exposição à droga, mesmo que passivamente.

Clique aqui para acessar as recomendações.

Autora:

Referência:

  • Ryan SA, Ammerman SD. AAP COMMITTEE ON SUBSTANCE USE AND PREVENTION. Counseling Parents and Teens About Marijuana Use in the Era of Legalization of  Marijuana. Pediatrics. 2017;139(3):e20164069.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.