Saúde Pública

Ministério da Saúde lança mais três linhas de cuidado na Atenção Primária para ajudar profissionais e gestores de saúde

Tempo de leitura: 3 min.

O Ministério da Saúde lançou mais três linhas de cuidado para ajudar profissionais e gestores de saúde a identificar e tratar a dor torácica no adulto, a asma e a Síndrome de Infecção Congênita pelo vírus Zika (SCZ).

Os materiais desenvolvidos em parceria com Instituto para Avaliação de Tecnologia em Saúde (Iats) estão disponíveis na plataforma interativa, que reúne orientações sobre outros temas e descreve o fluxo assistencial mais adequado aos usuários nos diferentes pontos de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS).

Clique neste link e acesse os conteúdos gratuitos.

Linhas de Cuidado

As Linhas de Cuidado foram desenvolvidas sob a perspectiva do cenário de saúde pública brasileira, sendo importante considerar o papel de referência regional, na interface intermunicipal, que as unidades já exercem nas regiões de saúde.

Leia também: Ministério da Saúde lança manual “Gestação de Alto Risco”, com cuidados às gestantes

Apesar do material conter um guia do manejo terapêutico, é fundamental destacar que cabe ao profissional de saúde avaliar a especificidade de cada paciente.

“Com esse projeto queremos padronizar e integrar ações e serviços, com foco no cuidado centrado no paciente, para qualificar o diagnóstico correto, com rápida intervenção de condições agudas e o encaminhamento seguro para a Atenção Especializada, quando necessário”, explicou o secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Câmara, ao portal do Ministério as Saúde.

Confira as particularidades de cada nova linha de cuidado:

1.    Dor torácica no adulto

Visa apoiar os profissionais de saúde na identificação da dor que oferece risco de morte aos usuários. Durante o atendimento a pacientes adultos com queixas de dor torácica observa-se que grande parte das causas da dor é de origem não cardíaca. Entretanto, as equipes médicas devem estar preparadas para realizar o diagnóstico e o adequado manejo clínico de quadros potencialmente graves.

O material oferece suporte na tomada de decisão para o encaminhamento aos serviços de urgência ou para o início de algum tratamento com especialistas.

2.    Asma

Informa sobre o planejamento terapêutico, descreve a avaliação clínica, o cuidado em condições especiais, fluxo de encaminhamento e acompanhamento longitudinal em todos os pontos da Rede de Atenção à Saúde.

O conteúdo fornece importantes informações sobre a asma para o usuário, enfatizando o seu tratamento. Já para gestores de saúde, auxilia no processo de implantação, fornecendo dados que colaboram na organização da rede de atenção à saúde, de acordo com os contextos municipais ou regionais.

3.    Síndrome de Infecção Congênita pelo vírus Zika (SCZ)

Apresenta as medidas de prevenção, diagnóstico precoce, acompanhamento e tratamento das crianças portadoras dessa condição, mesmo nos casos mais complexos.

Os profissionais de saúde têm acesso ao detalhamento das ações de vigilância em saúde, o planejamento assistencial e o acompanhamento longitudinal, oferecendo informações importantes ainda para a criança diagnosticada, familiares e cuidadores, a fim de permitir que participem ativamente do percurso terapêutico de cuidado, assumindo o protagonismo do tratamento.

Saiba mais sobre o projeto

As linhas de cuidado foram desenvolvidas com base em levantamento de dados de protocolos, diretrizes e normas técnicas previamente estabelecidas pelo Ministério da Saúde e as secretarias de saúde estaduais e municipais.

Os materiais têm como objetivo auxiliar os profissionais de saúde a elaborar estratégias de prevenção, rastreio e atenção aos pacientes, além de orientar a população em geral sobre quais serviços públicos deve procurar e os cuidados recomendados para cada caso e cada etapa do tratamento.

Além dessas três linhas de cuidado, já estão disponíveis para consulta materiais com os seguintes temas:

  • Acidente vascular cerebral (AVC) no adulto;
  • Hipertensão arterial sistêmica;
  • Transtorno do espectro autista na criança;
  • HIV/AIDS no adulto;
  • Obesidade no adulto;
  • Diabetes mellitus tipo 2;
  • Tabagismo;
  • Doença renal crônica;
  • Hepatites virais;
  • Puericultura

Saiba mais: Ministério da Saúde lança projeto para fortalecer atendimento em situações de urgência, emergência e catástrofes

Compartilhar
Publicado por
Úrsula Neves

Posts recentes

Associação da vacinação contra COVID-19 durante a gravidez com incidência de infecção por SARS-CoV-2 em lactentes

A vacinação contra covid-19 em grávidas pode diminuir as chances de manifestação da doença em…

19 minutos atrás

Estudo associa placenta lateral com parto pré-termo e cesariana

O risco de hipofluxo placentário parece ser mais frequente em casos de placenta lateral, podendo…

1 hora atrás

WONCA 2022: veja a cobertura completa do congresso internacional de medicina de família

A conferência europeia da Organização Mundial de Médicos de Família (WONCA 2022) acontece em Londres…

2 horas atrás

Síndrome de Ramsay Hunt: o que preciso saber?

Em 1907, James Ramsay Hunt descreveu diversos casos médicos que hoje configuram a Síndrome de…

2 horas atrás

É possível a redução e suspensão dos anti-TNF em pacientes com espondiloartrites e artrite psoriásica?

O uso de anti-TNF está relacionado ao aumento no risco de infecções e reações, além…

3 horas atrás

WONCA 2022: 7 valores centrais sobre o que é exercer medicina de família

O segundo dia do WONCA 2022 teve um marco histórico para a construção da identidade…

4 horas atrás