Mortalidade de pacientes com problemas cardíacos pós-Covid é de 42%, aponta estudo do InCor

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A taxa de mortalidade hospitalar em pacientes com problemas cardíacos em decorrência da Covid-19 é de 42%, de acordo com os pesquisadores do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor/HCFMUSP), que realizaram o primeiro estudo brasileiro para avaliar os impactos da Covid-19 no coração.

No entanto, os fatores que podem aumentar ainda mais o risco de óbitos nesses pacientes ainda são desconhecidos. 

O estudo foi publicado neste mês na revista científica “IJC Heart & Vasculature”, com o professor e cardiologista Roberto Kalil Filho, presidente do InCor, como responsável.

problemas cardíacos

Método realizado

Para chegar a essa conclusão foram avaliados os prontuários médicos de 2.546 pacientes, com idade média de 65 anos, com Covid-19 e características de alto risco de acordo com critérios clínicos e/ou laboratoriais em 21 centros no Brasil de 10 de junho a 23 de outubro de 2020, até que tivessem alta hospitalar ou viessem a óbito.

Kalil Filho ressaltou que a Covid-19 é uma doença predominantemente pulmonar, mas que afeta diversos órgãos, como o coração. “A síndrome pós-Covid pode trazer consequências para o coração após a alta hospitalar. Por conta desses fatores, é fundamental o acompanhamento clínico, mesmo que o paciente tenha se recuperado da doença”.

Resultados

No geral, 70,8% foram internados em unidades de terapia intensiva e 54,2% apresentavam níveis elevados de troponina. Com mortalidade hospitalar de 41,7%. Foi encontrada interação entre sexo, idade e mortalidade (p = 0,007). As mulheres mais jovens apresentaram taxas de mortalidade mais elevadas (30,0% vs 22,9%), enquanto os pacientes masculinos mais velhos apresentaram taxas de mortalidade mais elevadas (57,6% vs 49,2%).

Os fatores mais fortes associados à mortalidade hospitalar foram a necessidade de ventilação mecânica, proteína C reativa elevada, câncer e níveis elevados de troponina.

Segundo o estudo, a elevação nos níveis de troponina (proteína liberada quando ocorrem lesões no coração) é um dos principais fatores de alerta para a elevação do risco de mortalidade. No total, 70,8% dos participantes foram internados em unidades de terapia intensiva e 54,2% apresentavam níveis elevados de troponina.

Em menor percentual, outros fatores de risco também foram identificados, como a insuficiência cardíaca prévia (12,6%), alterações no ecocardiograma (6%), síndromes coronárias agudas (5,7%) e arritmias (4,5%).

Nesses casos, a mortalidade está associada à idade avançada, a necessidade de ventilação mecânica, aos altos índices de inflamação, alterações no músculo cardíaco e no sistema de coagulação do sangue.

Ouça agora: Síndrome pós-Covid: como abordar essa condição? [podcast]

Corona Heart Risk Score

A equipe do InCor desenvolveu um score de risco, o Corona Heart Risk Score, para auxiliar médicos na avaliação precoce e na orientação dos cuidados e dos potenciais tratamentos em pacientes infectados com Covid-19.

“Primeiro na América do Sul, esse estudo passa agora a compor o conjunto mundial de informações sobre intercorrências cardíacas em pacientes com Covid-19, ao lado de pesquisas da Itália, Estados Unidos e Inglaterra. Como cada população tem sua especificidade, é importante que tenhamos esse estudo como um recorte brasileiro”, reforçou o cardiologista Kalil Filho.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica do Portal PEBMED

Autora:

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.