Página Principal > Infectologia > Mulheres com sintomas de infecção urinária, mas com cultura negativa: infecção na maioria dos casos?
medico explicando diagnostico a paciente

Mulheres com sintomas de infecção urinária, mas com cultura negativa: infecção na maioria dos casos?

A disúria em mulheres representa 2-5% dos motivos de consultas médicas. Em pacientes do sexo feminino, 60-80% desses episódios estão relacionados a bacteriúria significativa.

Um estudo publicado recentemente no Clinical Microbiology and Infection examinou se as mulheres com sintomas de infecção do trato urinário, mas com cultura negativa (20–30%), apresentam ou não uma infecção.

Entre maio de 2014 e janeiro de 2016, mulheres da região de Ghent (Bélgica), que apresentaram relatos de disúria e/ou urgência e/ou frequência foram incluídas no estudo. O método de PCR em tempo real quantitativa (ou qPCR) para Escherichia coli e Staphylococcus saprophyticus foi realizado em amostras de urina. O método também foi utilizado para quatro agentes sexualmente transmissíveis para mulheres sintomáticas.

No total, 256 mulheres com idade entre 17 a 91 anos (média de idade: 42,6 anos [desvio padrão – DP: 17,35]) com sintomas de infecção urinária foram inscritas ao longo de um período de 20 meses. Trinta e seis foram excluídas, das quais 28 tinham idade superior a 65 anos, resultando em 220 mulheres sintomáticas com média de idade de 38,5 anos (DP: 13,84). Para o grupo controle, foram recrutadas 86 mulheres entre 23 e 65 anos de idade (média: 37,2; DP: 11,5) sem sintomas de infecção urinária.

Veja também: ‘Infecção Urinária: 10 mitos do diagnóstico e tratamento’

No grupo sintomático, um uropatógeno foi identificado em 80,9% das culturas de urina (>102 para Escherichia coli; >104 para outros uropatógenos), com Escherichia coli sendo o uropatógeno mais frequentemente isolado (83,2% das culturas positivas).

O qPCR de Escherichia coli foi positivo em 95,9% (n=211) das 220 amostras de urina de mulheres sintomáticas. Todas as amostras positivas para cultura de Escherichia coli também foram positivas para qPCR de Escherichia coli, exceto uma.

O qPCR para Staphylococcus saprophyticus foi positivo em 19 amostras com grandes contagens bacterianas (>104).
Para o grupo controle, culturas para Escherichia coli e qPCR de Escherichia coli foram positivas, respectivamente, em 10,5% (9/86) e 11,6% (10/86).

Esses resultados mostraram que quase todas as mulheres com sintomas urinários típicos e cultura negativa ainda apresentam uma infecção com Escherichia coli.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

Autora:

Referências:

  • Heytens S, De Sutter A, Coorevits L, Cools P, Boelens J, Van Simaey L, et al. Women with symptoms of a urinary tract infection but a negative urine culture: PCR-based quantification of Escherichia coli suggests infection in most cases. Clin Microbiol Infect. 2017 Apr 21. pii: S1198-743X(17)30209-4. doi: 10.1016/j.cmi.2017.04.004. [Epub ahead of print]

3 Comentários

  1. Fiz o exame cultura resultado deu negativo.significa que não tenho bactérias?

    • Ana Carolina Pomodoro

      Olá, Jaqueline. O resultado negativo da cultura significa que não houve crescimento de bactérias naquela amostra. Converse com seu médico a respeito da indicação do exame no seu caso, e como ele interpreta o mesmo, juntando seus dados clínicos.

  2. Então se der negativo significa que ñ tem mais infecção urinária? Msm em bebê ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.