Página Principal > Cardiologia > Nova ferramenta para diagnóstico de IAM na emergência
arritmia coração pós-feriado

Nova ferramenta para diagnóstico de IAM na emergência

Tempo de leitura: 1 minutos.

A síndrome coronariana aguda (SCA) é uma das principais causas de atendimento na emergência e o principal desafio do médico é identificar o risco dos pacientes: quando baixo, para poder liberá-los e dar seguimento ambulatorial; quando alto, para internar e estratificar.

A troponina é uma ferramenta extremamente útil nesse processo, pois identifica precocemente os pacientes de alto risco. Contudo, com o advento dos kits ultrassensíveis (US), um novo problema apareceu: causas não coronarianas de aumento da troponina. Um estudo recente publicado na NEJM validou uma nova ferramenta que objetiva melhorar o uso da troponina-US para diagnóstico e prognóstico das SCA.

Saiba mais: Sintomas menos comuns do IAM devem ser observados com atenção

A ferramenta foi denominada de COMPASS-MI e é baseada em uma pesquisa com 15 centros e 11 coortes prospectivas, incluindo 22.651 pacientes atendidos com SCA sem supraST. A população tinha idade média de 62 anos, sendo 60% homens, 18% com DM e 24% com IAM prévio. Cerca de 15% dos pacientes apresentaram IAM sem supraST e os demais angina instável e causas não coronarianas.

O que o estudo mostrou?

O valor inicial da troponina-US e sua variação (relativa e percentual) num intervalo de 1 a 6 horas tem alto valor preditivo para o diagnóstico de IAM e prognóstico (sobrevida). Desse modo, os pesquisadores criaram uma calculadora online, disponível neste link, que divide os pacientes em alto ou baixo risco de IAM e/ou morte nos próximos 30 dias.

O que falta na prática?

Validar a ferramenta em novas populações e saber se o uso dela na tomada de decisão vai melhorar o desfecho dos pacientes em comparação com os protocolos já existentes.

Autor: 

Referências: 

  • https://compass-mi.com/
  • https://www.nejm.org/doi/10.1056/NEJMoa1803377

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.