Página Principal > Dermatologia > Novas recomendações para prevenção do câncer de pele
câncer de pele

Novas recomendações para prevenção do câncer de pele

Tempo de leitura: 1 minuto.

O câncer de pele não-melanoma é o tipo de tumor mais frequente no Brasil e, embora tenha uma baixa letalidade, o grande número de casos e possíveis mutilações o tornam um problema importante de saúde pública no país e no mundo. A U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF) atualizou suas diretrizes para prevenção do câncer de pele em crianças e adultos. As novas recomendações são:

1) Recomenda-se que médicos forneçam aconselhamento sobre bons comportamentos de proteção solar a qualquer pessoa com pele clara entre as idades de 6 meses e 24 anos, incluindo os pais de crianças pequenas com pele clara.

2) Para adultos com mais de 24 anos com pele clara, recomenda-se que os médicos considerem os riscos individuais de cada paciente em sua decisão de fornecer ou não aconselhamento.

3) Ainda não há evidências suficientes para determinar se o aconselhamento de adultos sobre autoexames de pele é benéfico ou prejudicial.

A exposição aos raios UV durante a infância e adolescência aumenta o risco de câncer de pele mais tarde na vida. Pessoas com pele clara, sardas e que se queimam com facilidade estão em maior risco. Outros fatores incluem história de queimaduras solares e câncer de pele e o uso de câmaras de bronzeamento.

Leia também: ‘Você sabe identificar todos os tipos de câncer de pele?’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.