Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Clínica Médica / Novo projeto avalia implementar teste rápido de leptospirose no Brasil
mão segurando amostra de sangue para exame de leptospirose

Novo projeto avalia implementar teste rápido de leptospirose no Brasil

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

O Ministério da Saúde lançou um projeto para avaliar a implantação de um teste rápido para diagnóstico de leptospirose, desenvolvido pela Fiocruz Bahia em parceria com a Bio-Manguinhos/Fiocruz, do Rio de Janeiro. Os primeiros testes foram realizados em Salvador.

O objetivo é verificar a eficácia e a segurança do TR DPP® Leptospirose para o auxílio na conduta diagnóstica e no manejo clínico da doença pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os resultados do teste serão comparados com os demais métodos já existentes na rede.

Teste rápido de leptospirose

O teste identifica anticorpos para a leptospirose analisando o sangue total, soro ou plasma com o resultado saindo em apenas 20 minutos.

Trata-se de uma ferramenta de fácil uso para diagnóstico em campo ou laboratório, com a vantagem de ser uma opção portátil, simples e rápida.

Como deve ser realizado o projeto

A região Sudeste foi escolhida para iniciar o projeto devido às chuvas acentuadas que vem atingindo os estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, uma vez que as inundações favorecem a ocorrência de casos de leptospirose. Posteriormente, as demais regiões do país serão também contempladas pelo projeto.

O kit de diagnóstico será utilizado somente em ambiente hospitalar. A partir de sua disponibilização, os médicos terão em mãos mais um subsídio para iniciarem o tratamento, mesmo sem confirmação diagnóstica laboratorial em padrão ouro, que pode demorar cerca de um mês. Esse novo teste deve fortalecer a conduta clínica e reduzir as chances do paciente evoluir com gravidade e, possivelmente, ao óbito.

Leptospirose

A leptospirose é uma doença infecciosa causada pela leptospira, uma bactéria encontrada na urina de roedores, além de cachorros, porcos e cavalos.

Os indivíduos contraem a enfermidade quando entram em contato com a água contaminada e têm algum ferimento na pele, uma vez que é através da pele lesada que a bactéria entra no organismo.

A bactéria também pode infectar as vítimas através da mucosa e pele íntegra, quando imersa por muito tempo em ambiente contaminado, e ainda pela ingestão de alimentos ou água contaminados.

Sintomas

Entre os sintomas da leptospirose destacam-se:

  • Febre alta;
  • Mal-estar;
  • Dor muscular, principalmente na cabeça e no tórax;
  • Olhos vermelhos;
  • Tosse;
  • Cansaço;
  • Diarreia;
  • Náuseas;
  • Cefaleia;
  • Manchas vermelhas pelo corpo.

Em 15% dos pacientes, a leptospirose evolui para manifestações mais graves, que ocorrem normalmente após a primeira semana. As mais clássicas são icterícia, complicações renais, torpor e coma.

Leia também: Leptospirose: saiba como realizar o diagnóstico e tratamento da doença

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado através de exames clínicos e de sangue em até 14 dias, por conta da complexidade da doença. Caso o paciente seja atendido em até sete dias depois do contato com a bactéria, o exame laboratorial não será possível de ser realizado. Por isso, é fundamental observar bem os sintomas.

Outro agravante é que os sinais iniciais podem ser confundidos com os de outras enfermidades, como a dengue. Por isso, é muito importante questionar ao paciente se ele teve contato com água de enchente para que os exames de confirmação de leptospirose sejam solicitados.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autora:

Referências bibliográficas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.