O exercício físico: a grande descoberta de 2019

Parece óbvio que o exercício físico é de vital importância para manutenção da saúde cardiovascular. Porém, o que parece simples é ainda pouco praticado.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Parece óbvio para muitos médicos e pacientes que o exercício físico é de vital importância para manutenção da saúde cardiovascular. Porém, o que parece simples é ainda muito pouco praticado.

Com isso, a Sociedade Europeia de Cardiologia, no Congresso de 2019, apresentou o artigo “Mortality reduction with physical activity in patients with and without cardiovascular disease” , fruto de trabalho desenvolvido pelo grupo do pesquisador Sang-Woo Jeeng,  da Universidade Nacional de Seul, propondo corte com total de 441.798 indivíduos submetidos ao programa de triagem entre 2009 e 2015.

Os indivíduos desse estudo apresentavam infarto do miocárdio (IM) prévio e outras doenças cardíacas isquêmicas, como acidente vascular cerebral (AVC) prévio ou insuficiência cardíaca (IC) crônica, sendo assim considerados portadores de DCV (grupo de prevenção secundária). O grupo de prevenção primária incluiu aqueles sem histórico de DCV. 

Como se vê na figura abaixo, as descobertas começaram a chamar atenção quando implementou exercício físico programado, na faixa alvo de 500-1000 MET-minuto/semana que corresponde a 150 a 300 min de exercício físico por semana, de intensidade moderada, alterando a mortalidade desses pacientes.

exercicio fisico
Retirado de: https://academic.oup.com/eurheartj/advance-article/doi/10.1093/eurheartj/ehz564/5552546

 

Porém, esse desfecho foi observado em quem possuía doença e realizava o exercício físico supervisionado de forma disciplinar, pois metade da população estudada não atingiu o nível recomendado de atividade física e um quarto deles se mantiveram sedentários.

Dessa forma, a descoberta inovadora está na relação entre atividade física e mortalidade, mostrando padrões diferentes com pacientes com e sem doenças cardiovasculares, tendo em vista que os pacientes com doença cardiovascular se beneficiaram muito do exercício, obtendo índices de mortalidade iguais, sob o ponto de vista estatístico, aos pacientes sem doença, como é possível verificar na figura abaixo.

exercicio fisico
Retirado de: https://academic.oup.com/eurheartj/advance-article/doi/10.1093/eurheartj/ehz564/5552546

 

Conforme demonstrado, os exercícios físicos apresentaram direta influência na mortalidade e na prevenção secundária quando em “doses” acima de 500 METs-minutos/semana. Com isso, a Sociedade Europeia de Cardiologia recomenda exercícios aeróbicos três vezes por semana, por 30 min, de intensidade moderada, e o Colégio Americano de Cardiologia recomenda 30 a 60 minutos de exercícios aeróbicos, por 5 dias, de intensidade moderada. Lembrando que essas atividades sempre devem estar associadas a exercícios resistidos, que estão ligados a diminuição de LDL, PA, Hb glicada, inflamação endotelial, além de aumentar HDL e melhorar desempenho cardíaco.

Receba as principais novidades em Cardiologia! Inscreva-se em nosso grupo do Whatsapp!

Take-home message

Logo, apesar de algumas limitações do estudo devido ao tempo, estatística, programa de exercícios, dentre outros fatores, a boa prática é ter como item “número 1” da prescrição médica, em indivíduos com doença cardiovascular, o exercício físico programado com dose mínima de 500 METs-minutos/semana, diminuindo assim o desfecho de mortalidade de forma efetiva. No entanto, vale ressaltar que mais estudos devem ser feitos e estarão por vir, comentaremos aqui! Fique ligado.

LEIA TAMBÉM: Exercícios aliviam depressão por câncer, doenças cardiovasculares e crônicas

Referências bibliográficas:

  • Sang-Woo Jeong, Sun-Hwa Kim, Si-Hyuck Kang, Hee-Jun Kim, Chang-Hwan Yoon, Tae-Jin Youn, In-Ho Chae, Mortality reduction with physical activity in patients with and without cardiovascular disease, European Heart Journal, , ehz564, https://doi.org/10.1093/eurheartj/ehz564
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão