Leia mais:
Leia mais:
Nursebook e acessibilidade da pessoa com Surdez
Blog do Nurse: live “O suicídio como um problema de saúde pública”!
Blog do Nurse: Seminário de aniversário de 2 anos Nursebook!
Blog do Nurse: o Nursebook Web está on!
Blog do Nurse: 70 conteúdos na última atualização!

O ingresso dos profissionais de enfermagem nas forças militares

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Você que é apaixonado pela carreira militar e hoje é profissional da saúde, você possui muitas possibilidades nessa carreira. A diversidade de possibilidades e o salário estável atrai muitos profissionais da saúde, principalmente enfermeiros para essa área. Se gosta das atividades militares e já cogitou a possibilidade, deve conhecer um pouco sobre a carreira e as formas de ingresso. Afinal, a carreira militar possui suas exigências e seu ingresso hoje é disputado e valorizado por muitos profissionais, assim como a enfermagem nas forças militares.

Assim, vamos aprender um pouco sobre enfermagem nas forças militares e um pouco sobre a saúde operacional, área do conhecimento de interesse para militares e profissionais da defesa civil, principalmente como integrar um dos comandos das forças armadas (Marinha, Exército ou Aeronáutica).

enfermagem nas forças militares

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Enfermagem nas forças militares

O enfermeiro nas forças armadas exerce as mesmas funções e atribuições que enfermeiros civis, no entanto ainda desempenham atividades militares, com conhecimento da saúde operacional. A Enfermagem Operativa (EO) pode ser considerada uma especialidade que possibilita práticas e uma nova consciência do ensino do cuidado de enfermagem em nível militar.

A EO, significa pronta-ação em momentos limítrofes para agir. Nesse sentido, se liga a prestação de cuidados em situações onde há o salvamento ou interrupção da fatalidade. Em âmbito militar se refere a assistência de enfermagem em situação de guerra.

Saiba mais: Da dama da lâmpada aos heróis da saúde: desafios da enfermagem no Brasil

O recurso aos feridos em guerra e primeiros socorros. No entanto, na prática clínica do enfermeiro, estes ocuparam os espaços hospitalares e assistem militares, familiares e comunidade nas diversas áreas do conhecimento que envolvem a enfermagem, aproximando a enfermagem de qualquer assistência civil. Vamos compreender a forma de ingresso em cada força militar.

Enfermeiros na Marinha do Brasil

O corpo de saúde da Marinha é formado por enfermeiro de carreira, conhecidos como corpo de apoio à saúde (CSM-S) e o enfermeiro voluntário que faz o processo seletivo para serviço militar para oficiais (SMV-OF), esses são conhecidos como RM2.

Os profissionais que desejam ingressar na Marinha em seu corpo permanente, ou seja de carreira, no quadro de apoio, devem fazer o concurso do corpo de saúde da Marinha. Homens e mulheres, brasileiros com menos de 36 anos e que possuam formação em enfermagem podem fazer o concurso. O processo seletivo consta com prova de conhecimento profissional e redação e outras etapas posteriores como: verificação de dados bibliográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física, prova de títulos, avaliação psicológica e verificação documental.

A aprovação leva os profissionais ao curso de formação por 39 semanas que ao final é nomeado primeiro tenente da Marinha do Brasil. Já os profissionais temporários, fazem também concurso, mas seu vínculo é renovado anualmente por até 8 anos. Podem concorrer homens e mulheres de 18 a 45 anos com ensino superior em enfermagem. Além disso, também fazem verificação bibliográfica, inspeção de saúde, prova de títulos e verificação documental. A seleção é feita em cada comando. O profissional inicia a carreira pós curso de formação como 2º tenente da Marinha do Brasil. Procure cada comando específico para saber sobre o calendário.

Enfermeiros no Exército do Brasil

No Exército, o processo é bem semelhante ao da Marinha com algumas modificações. Assim como na Marinha a possibilidade de ser profissional de carreira e também vagas como temporários. Os profissionais de carreira fazem a prova para a Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), localizada na cidade de Salvador.

Os profissionais se preparam para atuação em diversas áreas, desde funções operacionais até aquelas que serão desempenhadas nos hospitais do Exército Brasileiro. A seleção é anual de julho a setembro, sendo necessário ser brasileiro de ambos os sexos, ter idade superior a 18 anos e menor de 32 anos. Ter devido diploma de bacharel em enfermagem.

O processo seletivo é composto por exame intelectual, verificação de documentação, inspeção de saúde, exame de aptidão física e avaliação psicológica. Aprovado o enfermeiro pós curso de formação se torna 1º tenente do Exército brasileiro.

Já o quadro temporário da  enfermagem do Exército Brasileiro ocorre em cada região e fica disposto no site com data variada e disponibiliza vagas para profissionais de enfermagem que fazem o processo seletivo por meio de avaliação de títulos, sendo importante, formação na área exigida e experiência. Não há prova intelectual para entrada neste concurso, apenas em fases posteriores a entrega de documentos e classificação, ou seja , a prova é classificatória e se aplica em etapas posteriores, tendo valor mínimo para aprovação.

Há ainda avaliação psicológica, documental, de aptidão física. Após o curso de formação o enfermeiro é incorporado como 2º tenente. 

Enfermeiros na Aeronáutica do Brasil

Os enfermeiros que desejam ingressar nas unidades de saúde da Força Aérea Brasileira (FAB), irão desempenhar seus trabalhos em hospitais da aeronáutica, de campanha, em ações sociais e ajuda humanitária. O enfermeiro de carreira pode concorrer a uma vaga ao fazer a prova para o Estágio de Adaptação de Oficiais de Apoio da Aeronáutica (EAOAP).

O processo seletivo é realizado em diversas capitais do Brasil, destinada a brasileiros natos de ambos os sexos, por meio de exame intelectual (língua portuguesa, conhecimentos especializados e redação), sendo necessário ser bacharel em enfermagem, cumprir os dados bibliográficos, aprovação em inspeção de saúde, no teste de aptidão física e psicológica e validação documental. Pode ser realizada por profissionais de 18 a 32 anos, e, ainda deverão ser aprovados no estágio no centro de instrução e adaptação da aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa/MG.

Os profissionais após curso são incorporados como 1º tenente da Força Aérea Brasileira. Já os profissionais do quadro de temporários realizam concurso público por meio da avaliação de títulos, não havendo prova intelectual inicial para aprovação, outras etapas como a de título são classificatórias, mas as provas de aptidão física, psicológica e de verificação documental são realizadas para aprovação da etapa e não classificação.

O treinamento é realizado em cada comando regional. O enfermeiro entra na categoria como 2º tenente da Força Aérea Brasileira.

A atuação da enfermagem nas forças militares acontece de maneira diversa. Os enfermeiros da marinha, possuem formação naval e atuam no mar, na terra e até no ar. Produzem cuidados de diversas formas e estão prontos para o atendimento de feridos, além de serem profissionais atuantes nos hospitais da marinha ou de campanha.

Os profissionais do exército trabalham na formação de profissionais de nível técnico, em hospitais, em campanhas na esfera administrativa e em diversas missões, assim como os profissionais da marinha.

Leia também: Cruz Vermelha: por que devemos admirá-la?

Os profissionais de enfermagem da aeronáutica atuam nos hospitais espalhados pelo Brasil, e também com enfermagem aeroespacial, no socorro de vítimas e ajuda humanitária. Todas as três forças utilizam o saber dos profissionais nas suas respectivas áreas e ainda em funções militares.

Busque mais informações nos sites das três forças sobre enfermagem nas forças militares, principalmente relativa aos cargos temporários que não possuem calendário fixo e podem produzir convocações de emergência.

Autor:

Referências bibliográficas:

 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar