Página Principal > Cardiologia > OMS lança plano para reduzir o sedentarismo; veja aqui os keypoints
sedentarismo

OMS lança plano para reduzir o sedentarismo; veja aqui os keypoints

Tempo de leitura: 2 minutos.

Sabendo que a prática de atividades físicas regulares é fator protetor de doenças crônicas como a cardiovascular, diabetes, alguns tipos de câncer, entre outras, a Organização Mundial de Saúde (OMS) acabou de lançar o plano de ação global para redução do sedentarismo, como parte de se buscar um perfil mais sustentável de sociedade.

No mundo atual, cerca de ¾ dos adolescentes e ¼ dos adultos não praticam atividades como é recomendado atualmente pela OMS. Curiosamente, com o avanço econômico dos países, o nível de inatividade tende a aumentar devido ao sistema de transportes, uso aumentado de tecnologia e urbanização. Fatores culturais também podem se tornar entraves para alcançar tais objetivos.

Objetivo: reduzir em 15% o nível de sedentarismo em adultos e adolescentes até 2030! (quando comparado aos níveis em 2016);
Missão: garantir acessos a ambientes seguros e favoráveis, gerando oportunidades diversas para que as pessoas sejam fisicamente ativas na vida cotidiana como um meio de melhorar a saúde individual e da comunidade, aspectos fundamentais relacionados ao desenvolvimento socioeconômico e cultural das nações.

Resumo dos keypoints:

  1. Criar sociedades ativas -> políticas de conscientização sobre a importância e benefícios de ser fisicamente ativo;
  2. Criar ambientes ativos -> ambientes seguros para todos os indivíduos que favoreça o desempenho de atividades físicas e a caminhada, uso de bicicleta / skate como formas de locomoção em um ambiente interconectado;
  3. Criar pessoas ativas -> instruir desde as creches até faculdades as pessoas sobre educação física, gerando boas experiências desde cedo como uma forma de aumentar as chances de as pessoas se manterem ativas ao longo de suas vidas;
  4. Criar sistemas ativos -> este envolve esferas do governo e autoridades para implementação dessas políticas em conjunto com a iniciativa privada também, além de monitorizar tais implementações e coleta de dados.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

  • Global action plan on physical activity 2018–2030: more active people for a healthier world. Geneva: World Health Organization; 2018. Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO. www.who.int/lets-be-active/en/

2 Comentários

  1. Fantástico e desafiador!

  2. OSVALDO PEIXOTO

    Muito bom e atual…temos a mesma percepção enquanto Coordenador da Medicina do Trabalho de Hospital de Ensino em Belém …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.