Leia mais:
Leia mais:
A presença paterna na prevenção do uso de bebidas alcoólicas e depressão na gestação
Cuidados de enfermagem frente ao delirium tremens
Lesões oculares em crianças associadas ao uso de soluções com álcool
Exposição pré-natal ao álcool e efeitos adversos nos filhos
Caso clínico: um caso de infecção invasiva por Pneumococo

Paciente com doença mental grave: transtorno por uso de substâncias

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou recentemente um guia para o manejo de condições de saúde física em adultos com doença mental grave. Essa população frequentemente convive com comorbidades e tem em média duas a três vezes mais risco de morte. Já falamos sobre a cessação do tabagismo e manejo de peso. Neste artigo abordaremos o tratamento do transtorno por uso de substâncias.

suporte nutricional

Tratamento do transtorno por uso de substância em doentes mentais graves

1) Intervenções não farmacológicas (terapia cognitivo comportamental, entrevista motivacional, psicoeducação, etc) podem ser consideradas e adaptadas às necessidades de pessoas com transtornos mentais graves, que usam múltiplas substâncias, como álcool e drogas (qualidade da recomendação: muito baixa).

2) Intervenções farmacológicas (qualidade da recomendação: baixa):

– Para abuso de álcool, recomenda-se:

  • Tiamina durante o uso de álcool.
  • Diazepam para tratar sintomas de abstinência durante a desintoxicação.
  • Naltrexona, acamprosato ou dissulfiram para prevenir a recidiva após a desintoxicação.

– Para abuso de opioides, recomenda-se:

  • Buprenorfina, metadona, clonidina e lofexidina para prevenção de recidiva.

3) Médicos devem levar em consideração o potencial de interações medicamentosas entre as drogas usadas no tratamento de transtornos por uso de substâncias e doença mental grave (qualidade da recomendação: melhor conduta).

Nos próximos artigos falaremos sobre risco cardiovascular, diabetes, HIV e outras doenças infecciosas. Fique ligado!

Referências:

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.