Página Principal > Psiquiatria > Paciente com doença mental grave: diretriz para cessação do tabagismo
tabagismo

Paciente com doença mental grave: diretriz para cessação do tabagismo

Tempo de leitura: 1 minuto.

Pessoas com transtornos mentais graves têm uma mortalidade média duas a três vezes maior do que a população em geral, além de conviverem frequentemente com comorbidades. Por isso, essa população precisa de cuidados específicos e frequentes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou recentemente um guia para o manejo de condições de saúde física em adultos com doença mental grave. Nesse artigo abordaremos a cessação do tabagismo.

Cessação do tabagismo em doentes mentais graves

1) Um programa de intervenção comportamental e diretiva pode ser considerado e deve ser adaptado às necessidades dos pacientes (qualidade da recomendação: muito baixa).

2) Terapia com vareniclina, bupropiona e reposição de nicotina pode ser considerada (qualidade da recomendação: muito baixa). Médicos devem levar em consideração as interações potenciais entre bupropiona e vareniclina com medicamentos psicotrópicos, assim como possíveis contraindicações.

Estudar medicina, fator de risco para transtornos mentais?

Nos próximos artigos falaremos sobre perda de peso, uso de substâncias ilícitas, risco cardiovascular, diabetes, HIV e outras doenças infecciosas. Fique ligado!

Transtornos mentais graves

Segundo a definição da OMS, transtornos mentais graves são definidos como “um grupo de condições que incluem depressão moderada a grave, transtorno bipolar e esquizofrenia e outros distúrbios psicóticos”. Pessoas com doença mental grave têm cerca de 10 a 20 anos a menos de expectativa de vida em relação à população geral.

Como é o manejo do tabagismo na atenção primária?

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.