Página Principal > Terapia Intensiva > Pacientes alcoólatras têm maior risco de SDRA quando no CTI?
dor precordial na emergencia

Pacientes alcoólatras têm maior risco de SDRA quando no CTI?

Tempo de leitura: 1 minuto.

Pacientes alcoólatras, internados em Centros de Terapia Intenstiva (CTI), têm maior risco de desenvolver a síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA)? Em novo artigo do jornal Chest, pesquisadores realizaram uma revisão sistemática e meta-análise avaliando o consumo de álcool e o risco de SDRA em adultos hospitalizados.

As bases utilizadas para o estudo foram: Medline, EMBASE e Web of Science. Foram selecionados 17 estudos observacionais (n = 177.674) que avaliaram a associação entre o consumo de álcool e a ocorrência de SDRA entre adultos, publicados entre 1985 e 2015 e sem restrição de idioma.

LEIA MAIS: Recrutamento alveolar e aumento da PEEP X baixa PEEP na mortalidade da SDRA

Resultados

Qualquer medida de alto consumo em relação ao baixo consumo de álcool foi associada a um risco significativamente maior de SDRA (OR, 1,89; IC 95%: 1,45 a 2,48; I² = 48%), sem evidência de viés (p = 0,150). As análises de sensibilidade indicaram que essa associação foi atribuída principalmente ao efeito de uma história de abuso de álcool (OR, 1,90; IC 95%: 1,40 a 2,60). As análises de subgrupos identificaram que a heterogeneidade foi explicada pela condição de predisposição (trauma, sepse/choque séptico, pneumonia; p = 0,003).

Para os pesquisadores, esses achados indicam que os pacientes internados no hospital devem ser rastreados para uso crônico de álcool.

LEIA MAIS: Keypoints da nova diretriz para uso de ventilação mecânica em pacientes com SDRA

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.