Pacientes com stent podem se beneficiar da manutenção do AAS no perioperatório?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minuto.

Os efeitos do AAS em pacientes no perioperatório de cirurgia não cardíaca com angioplastia coronária prévia ainda são incertos. Essa semana, no congresso da American Heart Association, pesquisadores apresentaram um estudo avaliando essa questão.

Nessa subanálise do estudo POISE-2, 10 mil adultos com ou em risco de doença aterosclerótica no perioperatório de cirurgia não cardíaca foram randomizados para receber AAS de baixa dose mais clonidina; placebo mais clonidina; AAS mais placebo; ou placebo duplo. O desfecho primário em 30 dias analisado foi morte ou infarto não fatal do miocárdio; sangramento foi o secundário.

Veja também: ‘AAS na prevenção primária – recomendações e riscos’

Em pacientes com angioplastia coronária prévia, o AAS reduziu o risco de mortalidade (redução absoluta do risco = 5,5% [IC de 95%: 0,4% a 10,5%], hazard ratio [HR] = 0,50 [IC de 95%: 0,26 a 0,95]; p = 0,036) e de infarto do miocárdio (redução absoluta do risco = 5,9% [IC de 95%: 1,0% a 10,8%]; HR = 0,44 [IC de 95%: 0,22 a 0,87]; p = 0,021).

O risco de sangramento em pacientes com angioplastia prévia foi incerto. Na população geral, o AAS aumentou o risco de hemorragia (aumento absoluto do risco = 0,8% [IC de 95%: 0,1% a 1,6%], HR = 1,22 [IC de 95%: 1,01 a 1,48], p = 0,50).

Com base nesses achados, os pesquisadores concluíram que pacientes com angioplastia coronária prévia podem se beneficiar da manutenção do AAS perioperatório de cirurgias não cardíacas.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Michelle M. Graham, Daniel I. Sessler, Joel L. Parlow, Bruce M. Biccard, Gordon Guyatt, Kate Leslie, et al. Aspirin in Patients With Previous Percutaneous Coronary Intervention Undergoing Noncardiac Surgery. Ann Intern Med. [Epub ahead of print 14 November 2017] doi: 10.7326/M17-2341
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar