Página Principal > Saúde Pública > Proporção de mulheres e jovens na população médica cresce no Brasil – Demografia Médica 2018
medica mulher

Proporção de mulheres e jovens na população médica cresce no Brasil – Demografia Médica 2018

Tempo de leitura: 1 minuto.

A recente pesquisa Demografia Médica 2018, realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), revelou que o número de mulheres na população médica vem crescendo; o sexo feminino já é maioria em 18 especialidades. A média de idade entre os profissionais caiu.

O aumento da participação das mulheres no total da população médica já vem sendo observado há anos. Desde 1970, essa proporção cresce de modo constante, sendo 23,5% em 1980, 30,8% em 1990, 35,8% em 2000. Em 2004, as mulheres passaram a ser maioria nas faculdades de Medicina e, a partir de 2009, em inscrições nos CRMs. O sexo feminino predomina em 18 especialidades e dois estados, Rio de Janeiro e Alagoas.

Atualmente, as mulheres representam 45,6% dos médicos. O sexo feminino já predomina entre os profissionais mais jovens, sendo 57,4% no grupo até 29 anos e 53,7%, no grupo de 30 a 34 anos.

Médicos mais jovens

A média de idade do conjunto dos médicos em atividade no Brasil tem caído ao longo dos anos, chegando a 45,4 anos, indicando o juvenescimento da Medicina no país. No último levantamento, feito em 2015, a idade média era de 45,7. A média de idade entre os homens é de 47,6 anos; entre as mulheres é de 42,8 anos. Segundo o Cremesp, essa tendência é resultado do aumento da entrada de novos médicos em função da abertura de mais cursos de Medicina.

Top 10 especialidades médicas no Brasil – Demografia Médica 2018

Referências:

Um comentário

  1. Euzelia Pereira

    Euzelia Pereira

    Histórias que devemos sempre lembrar, uma delas foi a criação do homem lá no Jardim do Edem, Deus disse:
    Não é bom que o homem esteja só, farliei uma adjuntora ou auxiliadorauxiliadora que esteja sempre ao seu lado, daí por diante vemos a participação da mulher em todos os seguimentos da vida, e hoje em destaque na Medicina temos mulheres fazendo seu papel de auxiliará no campo da cura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.