Leia mais:
Leia mais:
Trabalho e assédio moral: você sabe identificar?
Bloco de Enfermagem do Trabalho chega ao Nursebook! [Blog do Nurse]
Vivências como enfermeira por Brenda Almeida [Jornadas de Enfermagem]
Março Lilás e Março Amarelo — um mês com foco no cuidado com a Saúde da Mulher
Vivências como enfermeira por Thalita Breda [Jornadas de Enfermagem]

Qual é a importância do conhecimento de Libras por enfermeiros?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A restrição auditiva é um tipo de deficiência que causa muitas adversidades em relação à socialização. O problema de comunicação é mais grave quando relacionado na atenção ao serviço de saúde que de forma negativa pode impedir a qualidade da assistência prestada.

Pensando nisso, uma forma de comunicação foi adotada pela sociedade para que se possa vencer o bloqueio da comunicação. A lei nº 10.436/2002 veio com o objetivo de reconhecer libras como sistema linguístico da comunidade surda brasileira.  Fica claro que essa luta foi de pessoas surdas, de seus familiares e profissionais que trabalham com essas pessoas. A lei nº 10.436/2002 veio reconhecer a Libras (Língua Brasileira dos Sinais) como um sistema linguístico da comunidade surda brasileira.

Este sistema de linguístico de comunicação foi também estabelecido pelo decreto 5.626/2005, que em seu texto deixa claro que a Libras devem ser inseridas como disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores no ensino médio ou superior. Deve estar presentes na unidade curricular na educação superior e profissional, a partir do ano de 2005. 

O decreto 5.626/2005 determina que a Linguagem Brasileira de Sinais deva ser inserida como disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores no ensino médio ou superior, estando presente na unidade curricular na educação superior e profissional, a partir do ano de 2005.

acessibilidade-nursebook-07

Libras na enfermagem

Por meio da comunicação que nós enfermeiros podemos cuidar das pessoas. Não se comunicar ou comunicar-se de forma ineficaz, pode ser relacionado iatrogenias, uma vez compreendidas como aquelas que estão relacionadas com a privação dos cuidados ou prestação insatisfatória, gerando transtorno, dano ou prejuízo na proposição do cuidado. Assim como revela Forte (2017, p7), “Os erros de enfermagem são constituídos de emaranhados de possíveis falhas que não são detectadas a tempo de impedi-los, formulando uma rede complexa de causa e efeito”. Estou considerando que não se comunicar de forma eficaz se aproxima do erro.

A comunicação é um processo pelo qual o enfermeiro deve valorizar. É o caminho para a autopoiese do cuidado, ou seja, para um cuidado com dialogicidade e trocas.

Uma vez que a pessoa não se sente cuidada e compreendida, o cuidado verdadeiramente não pode ser compreendido como um cuidado total, temos que considerar a condição de consciência nesse processo.

A comunicação é o caminho para tal proposição de cuidado e no caso de pessoas surdas ou com deficiência auditiva, outras formas de se comunicar devem ser valorizadas. No Brasil, a adoção de Libras como sistema linguístico de comunicação e sua inclusão no sistema educacional e profissional favoreceu o conhecimento sobre a língua e sua usabilidade. No entanto, alguns desafios são presentes nesse universo.

Ainda sobre comunicação, cabe dizer que os surdos enfrentam enormes dificuldades na sociedade devido ao fato de que a sociedade não adotou Libras de forma obrigatória nos serviços. Segundo a legislação, há exigência de Libras nos serviços, mas ainda há muito a ser feito. O uso mesmo que para profissionais de saúde é muito precário não fazendo parte da rotina dos profissionais de enfermagem por exemplo. Muitas vezes uma pessoa surda, frente a uma consulta de enfermagem leva um parente ou pessoa próxima para se comunicar, isso acaba ter um interprete na relação que pode causar erros de interpretação ou diminuir o êxito e autonomia da pessoa surda. Esse fato impossibilita a comunicação e a construção de vínculo e empatia na maioria dos casos. Como a consulta de enfermagem é privativa do enfermeiro e este deve se comunicar para criar cuidados que sejam fundamentais, torna-se necessário o aprendizado de Libras para que possa haver comunicação e efetivo cuidado da pessoa surda.

Um estudo de revisão bibliográfica Silva et.al. (2014) evidenciou a dificuldade na interação do enfermeiro com os deficientes auditivos. O principal problema é a falha devido ao processo comunicativo por profissionais enfermeiros que não possuem conhecimento da Linguagem Brasileira de Sinais, o que dificulta seu trabalho, que depende da comunicação para realizar orientação e educação do paciente.

Como humanizar o atendimento

O profissional de enfermagem deve humanizar a assistência e para isso, deve se preocupar com a relação de dialogicidade entre ambas as partes. Para que esse propósito possa ser realizado é necessário haver suporte técnico e científico que habilite a compreensão do universo linguístico, social e cultural do surdo, assim como conhecer
a técnica utilizada para a comunicação.

Os profissionais de enfermagem não podem ser barreira para o serviço de saúde. Por meio da comunicação esses podem promover cuidado as pessoas. As barreiras de comunicação podem ser uma das mais severas barreiras do serviço. A luta pela utilização da Libras nos postos de atendimento de saúde infere seguramente no acolhimento dos usuários, no compromisso da assistência, no compromisso de um atendimento integral e universal, respeitando ainda o princípio da equidade. No encontro entre a pessoa surda e o enfermeiro, Libras pode ser um instrumento de cuidado, além de realizar seu papel central ser o veículo pelo qual se irá propor o cuidado. A educação permanente é uma ótima solução para que instituições possam agregar cuidados essenciais a pessoas surdas.

Não há dúvidas da importância de compreender o outro, a partir do momento que o enfermeiro sabe Libras certamente o mesmo proporcionará um atendimento de qualidade aos pacientes surdos, uma vez que não há a barreira da comunicação. Por isso, um passo importante para tal proposição é iniciar o conhecimento de Libras.

Podemos iniciar aqui com o alfabeto, mas sabemos que há um universo de expressões para que o enfermeiro possa dar conta dessa demanda. Por isso, nossa bibliografia pode ajudar nesse sentindo. Então, vamos conhecer o alfabeto da Libras? Tente aprender como expressar seu nome. Como vai se expressar. Lembre-se que:

linguagem brasileira de sinais

O alfabeto manual não é a única forma de se comunicar com os surdos, contudo, conhecê-lo é muito importante, ademais, se faz necessário evidenciar que a Libras é uma língua de natureza visual-motora e com estrutura gramatical própria. Diversas expressões podem ser aprendidas pelo enfermeiro para comunicação efetiva no atendimento. Compreender a Linguagem Brasileira de Libras é muito importante, mas sabemos que é um processo de aprendizado, pois Libras é uma língua.

Portanto, temos a intenção aqui de estimular a busca pelo conhecimento. Uma dica importante é iniciar o processo aprendendo os sinais básicos e também outros relativos à profissão. Alguns materiais podem contribuir para sua
capacitação. Veja aqui.

 

Referências bibliográficas: 

 

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.