Leia mais:
Leia mais:
Medicamentos contra a covid-19 estão aprovados no Brasil, mas fora do SUS
Remdesivir profilático em pacientes com Covid ambulatorial
FDA amplia o uso do antiviral remdesivir em pacientes com Covid-19
Remdesivir para tratamento da Covid-19: Quando e como usar?
O novo coronavírus tem capacidade de afetar o cérebro?

Remdesivir profilático em pacientes com Covid ambulatorial

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O remdesivir é um inibidor da RNA-polimerase do SARS-CoV-2 com potente ação no epitélio das vias respiratórias. Estudos recentes apontam melhora dos pacientes internados após cursos curtos da medicação, além de trabalhos em outras doenças mostrarem melhora de pacientes tratados precocemente com antivirais. O objetivo desse estudo foi mostrar a segurança e eficácia do remdesivir em impedir a piora em pacientes ambulatoriais com Covid-19.

Leia também: Check-up Semanal: updates sobre a Covid-19, corticoide na influenza, intubação orotraqueal e mais!

Remdesivir profilático em pacientes com Covid ambulatorial

Métodos

O estudo duplo-cego, randomizado, controlado por placebo envolveu pacientes com Covid-19 não hospitalizados que tinha sintomas iniciados no últimos 7 dias e que tinham pelo menos um fator de risco para evolução desfavorável como idade acima de 60 anos, hipertensão arterial, diabetes ou obesidade. Os pacientes foram randomizados para receber remdesivir 200 mg no primeiro dia, seguido de 100 mg no segundo e no terceiro dia ou placebo. O desfecho primário foi internação ou morte por Covid-19 em 28 dias.

Resultados 

Cerca de 562 pacientes foram randomizados para receber remdesivir (279 pacientes) ou placebo (283 pacientes). A idade média foi de 50 anos, com 40% da população composta de hispanicos ou latinos. A principal comorbidade relatada foi o diabetes, seguida por obesidade e hipertensão. A internação ocorreu em 2 pacientes do grupo remdesivir (0,7%) e em 15 pacientes (5,3%) do grupo placebo (HR 0,13, IC 95%). Nenhum paciente morreu em 28 dias. A incidência de efeitos adversos foi semelhante nos dois grupos.

Saiba mais: Liberada comercialização de autotestes de Covid-19 no Brasil

Discussão

Neste estudo envolvendo pacientes não hospitalizados com Covid-19 que estavam em alto risco de doença grave, foi observado que pacientes que receberam remdesivir por 3 dias tiveram um risco 87% menor de hospitalização relacionada à Covid-19 ou morte por qualquer causa em 28 dias e um risco 81% menor de visitas médicas relacionadas à Covid-19. Alguns estudos abertos e randomizados envolvendo pacientes hospitalizados mostraram resultados conflitantes em relação à eficácia clínica. Os dados atuais mostram que o remdesivir pode ter maior eficácia quando iniciado mais cedo no curso da Covid-19, um achado consistente com análises post hoc de dados do estudo ACTT-1 que mostraram que o remdesivir impediu a progressão da doença. Pacientes vacinados foram excluídos da seleção, o que torna difícil extrapolar para o restante da população. O estudo precisou ser interrompido por questões administrativas e não alcançou a quantidade de pacientes desejada. O remdesivir é aprovado no Brasil para uso em pacientes internados, porém ainda permanece com alto custo e difícil acesso.

Mensagens práticas:

  • A Covid-19 ainda continua infectando milhares de pessoas e fazendo vítimas, sobretudo os não vacinados.
  • O tratamento ainda é escasso e a maioria das evidências são restritas a pacientes com quadros mais graves da doença.
  • O uso de remdesivir parece ter benefício também em pacientes com quadros mais leves da doença, o que ainda carece de mais evidências para indicar seu uso.

Referências bibliográficas:

  • Gottlieb RL, Vaca CE, Paredes R, Mera J, Webb BJ, Perez G, Oguchi G, Ryan P, Nielsen BU, Brown M, Hidalgo A, Sachdeva Y, Mittal S, Osiyemi O, Skarbinski J, Juneja K, Hyland RH, Osinusi A, Chen S, Camus G, Abdelghany M, Davies S, Behenna-Renton N, Duff F, Marty FM, Katz MJ, Ginde AA, Brown SM, Schiffer JT, Hill JA; GS-US-540-9012 (PINETREE) Investigators. Early Remdesivir to Prevent Progression to Severe Covid-19 in Outpatients. N Engl J Med. 2022 Jan 27;386(4):305-315. doi: 10.1056/NEJMoa2116846.
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.