Leia mais:
Leia mais:
ADA 2022: empaglifozina ou agonistas de GLP-1 em internações por infarto?
Check-up Semanal: encefalopatia hepática, colicistite aguda e mais! [podcast]
Rivaroxabana profilática pós-infarto previne formação de trombo em ventrículo esquerdo?
Prasugrel melhor que ticagrelor no infarto com angioplastia
Dicas de como manejar um infarto sem supra de ST

Sintomas do IAM podem ser atípicos em pacientes jovens

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Informações sobre a apresentação e percepção dos sintomas e comportamento na procura de atendimento são limitadas para pacientes jovens com infarto agudo do miocárdio (IAM). Um novo artigo da Circulation buscou apresentar novas evidências sobre a questão, com análise das diferenças entre os sexos.

Para esse estudo, pesquisadores entrevistaram 2.009 mulheres e 976 homens com idades entre 18 e 55 anos, hospitalizados por IAM, do estudo VIRGO (Variation in Recovery: Role of Gender on Outcomes of Young AMI Patients).

Resultado das entrevistas

De acordo com o resultado das entrevistas, 87% das mulheres e 89,5% dos homens apresentaram dor no peito (definida como dor, pressão, sensação de aperto ou desconforto). As mulheres tinham mais probabilidade de apresentar ≥ 3 sintomas associados (por exemplo: sintomas epigástricos, palpitações e dor ou desconforto na mandíbula, pescoço, braços ou entre as omoplatas; 61,9% para as mulheres vs. 54,8% para os homens; p < 0,001).

Nas análises ajustadas, mulheres com IAM com supraST tiveram maior probabilidade ​​de não apresentar dor torácica (odds ratio: 1,51; intervalo de confiança de 95%: 1,03 a 2,22). O sexo feminino também foi mais propenso a perceber sintomas como estresse / ansiedade (20,9% vs. 11,8%; p < 0,001), mas menos propenso a atribuir sintomas à dor muscular (15,4% vs. 21,2%; p = 0,029).

Aproximadamente 30% das mulheres e 22% dos homens procuraram atendimento médico para sintomas semelhantes antes de sua hospitalização (p < 0,001); no entanto, 53% das mulheres relataram que seu médico descartou que os sintomas estivessem relacionados com o coração, em comparação com 37% dos homens (p <0,001).

Flutuações de temperatura estão associadas a maior risco de IAM

Conclusões

Os pesquisadores concluíram que:

  • A apresentação dos sintomas do IAM foi semelhante para mulheres e homens jovens, sendo a dor torácica o sintoma predominante em ambos os sexos.
  • As mulheres apresentaram um maior número de sintomas adicionais, independentemente da presença de dor torácica
  • Tanto as mulheres quanto seus médicos foram menos propensos a atribuir seus sintomas à doença cardíaca em comparação com os homens.

Não erre no diagnóstico de IAM. Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook. 

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Lichtman JH et al. Sex differences in the presentation and perception of symptoms among young patients with myocardial infarction: Evidence from the VIRGO study (Variation in Recovery: Role of Gender on Outcomes of Young AMI Patients). Circulation 2018 Feb 20; 137:781 || http://dx.doi.org/10.1161/circulationaha.117.031650
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.