Terapia inalatória com óxido nitroso em gestantes com Síndrome Respiratória Grave devido à Covid-19 - PEBMED

Terapia inalatória com óxido nitroso em gestantes com Síndrome Respiratória Grave devido à Covid-19

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

O manejo das gestantes com síndrome respiratória grave devido à Covid-19 ainda é um desafio para os obstetras, infectologistas e intensivistas. De acordo com Narang (2020), as alterações fisiológicas gestacionais tornam as gestantes mais suscetíveis a desenvolverem a forma grave da Covid-19. Além disso, elas apresentam maior chance de desfechos gestacionais desfavoráveis, como parto prematuro, pré-eclâmpsia e maiores índices de cesárea.

Leia também: Prognóstico e evolução na síndrome inflamatória multissistêmica associada à Covid-19

Terapia inalatória com óxido nitroso em gestantes com Síndrome de Respiratória Grave devido à Covid-19

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Análise recente

Em dezembro de 2020 foi publicado no Open Journal of Obstetrics and Gynecology um estudo realizado no Massachusetts General Hospital. As gestantes classificadas com síndrome respiratória grave ou severa, acordadas e com respiração espontânea, foram submetidas a terapêutica inalatória com óxido nitroso por 30 a 60 minutos. Com o objetivo de avaliar uma opção terapêutica segura para as gestantes no manejo da insuficiência respiratória causada pelo Sars-CoV-2.

Conclusão

Apesar de ser um estudo preliminar, e com um número de participantes ainda pequeno, é plausível o uso de óxido nitroso em gestantes com insuficiência respiratória devido à Covid-19. A terapêutica é bem tolerada e apresentou melhora na oxigenação e no padrão respiratório das pacientes no estudo. Por ser uma doença nova, muitos estudos ainda são necessários, porém neste pequeno trabalho, ficou clara uma opção segura para o manejo de insuficiência respiratória nas gestantes infectadas pelo Sars-CoV-2.

Saiba mais: ATS 2021: síndrome pós-Covid-19 e reabilitação pulmonar

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Safaee Fakhr B, Wiegand SB, Pinciroli R, Gianni S, Morais CCA, Ikeda T, Miyazaki Y, Marutani E, Di Fenza R, Larson GM, Parcha V, Gibson LE, Chang MG, Arora P, Carroll RW, Kacmarek RM, Ichinose F, Barth WH Jr, Kaimal A, Hohmann EL, Zapol WM, Berra L. High Concentrations of Nitric Oxide Inhalation Therapy in Pregnant Patients With Severe Coronavirus Disease 2019 (COVID-19). Obstet Gynecol. 2020 Dec;136(6):1109-1113. doi: 10.1097/AOG.0000000000004128
  • Narang K, Enninga EAL, Gunaratne MDSK, Ibirogba ER, Trad ATA, Elrefaei A, Theiler RN, Ruano R, Szymanski LM, Chakraborty R, Garovic VD. SARS-CoV-2 Infection and COVID-19 During Pregnancy: A Multidisciplinary Review. Mayo Clin Proc. 2020 Aug;95(8):1750-1765. doi: 10.1016/j.mayocp.2020.05.011.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar